0

Petrobras analisará indicação de Andrade ao comando da companhia

politica

Petrobras analisará indicação de Andrade ao comando da companhia

A indicação de Andrade para a presidência da Petrobras passará por uma análise, visando examinar requisitos legais, de gestão e integridade

Petrobras analisará indicação de Andrade ao comando da companhia
maria-luiza

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 26 de maio – O conselho de administração da Petrobras informou na última quarta-feira, em comunicado ao mercado, que a indicação de Caio Paes de Andrade para presidente-executivo da companhia será submetida ao processo de governança interna da empresa.

Segundo o documento, a indicação de Andrade passará por uma análise, visando examinar requisitos legais, de gestão e integridade, com posterior manifestação do Comitê de Pessoas da empresa.

A data da Assembleia Geral Extraordinária onde o assunto será deliberado ainda não foi divulgada, mas a Petrobras esclareceu que todas as suas Assembleias Gerais estão sujeitas ao prazo mínimo de 30 dias entre a convocação e a realização.

“Ainda é incerto se a indicação de Andrade atenderá às regras internas da Petrobras”, avaliou a equipe de analistas do Itaú BBA, em relatório assinado por Monique Greco e Eric de Mello.

O estatuto social da Petrobras prevê que os membros da diretoria executiva tenham ao menos dez anos de experiência em cargos de liderança, “de preferência no negócio ou em área correlata” — no caso, no setor energético.

Aliado do ministro da Economia e escolhido pelo governo para substituir José Mauro Ferreira Coelho faltando pouco mais de quatro meses para as eleições presidenciais, Andrade tem longa experiência à frente de uma desenvolvedora de startups.

Andrade também presidiu a estatal Serviço Federal de Processamento de Dados por um ano, antes de se tornar Secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do ministério da Economia, em agosto de 2020.

O comunicado informa ainda que a convocação da nova assembleia pressupõe o envio das indicações dos demais sete membros para o Conselho de Administração, já que José Mauro Ferreira Coelho, atual presidente da companhia, foi eleito pelo sistema do voto múltiplo em Assembleia Geral Ordinária junto aos demais membros do conselho.

“Caso sua destituição seja aprovada na nova AGE, ela acarretará destituição dos demais membros do Conselho eleitos pelo mesmo processo”, diz o documento.

As ações ordinárias da Petrobras (PETR3) encerraram a sessão de quarta-feira em alta de 2,03%, a R$35,10, enquanto as preferenciais (PETR4) valorizaram 1,42%, a R$32,05. No ano, elas acumulam altas de 36,85% e 36,95%, respectivamente.

Texto: Maria Luiza Dourado e Gustavo Boldrini
Edição: Clara Guimarães
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

26,29

-0,20

-0,75%

Relacionadas

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

28,91

-0,19

-0,65%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.