0

Novo auxílio emergencial exigirá aumento da dívida, diz Bittar

politica

Novo auxílio emergencial exigirá aumento da dívida, diz Bittar

Bittar disse em reunião da CMO, que um novo auxílio emergencial "para quem ainda precisa do Estado" exigirá o aumento da dívida pública

Novo auxílio emergencial exigirá aumento da dívida, diz Bittar
leopoldo-vieira-teixeira

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

Brasília, 12 de fevereiro – O relator do Orçamento de 2021, senador Marcio Bittar, disse hoje em reunião da Comissão Mista de Orçamento, CMO, que um novo auxílio emergencial “para quem ainda precisa do Estado” exigirá o aumento da dívida pública e que a pandemia justifica isso, mas afirmou que poderia prejudicar os debates se desse maiores informações.

 

Rodadas de auxílio custaram R$324 bilhões em 2020, segundo Legislativo

Bittar declarou que espera chegar a um consenso no colegiado para conceder mais um auxílio a pessoas vulneráveis na pandemia. À GloboNews, o senador propôs utilizar aspectos das Propostas de Emenda à Constituição, PECs, de ajuste fiscal, como a Emergencial e do Pacto Federativo, para melhorar a condição das contas públicas, em linha com o ministro da Economia, Paulo Guedes. Bittar também é o relator de ambas as PECs.

As rodadas de auxílio, também conhecido como coronavoucher, em 2020 custaram R$324 bilhões, que pesaram na dívida em cerca de R$761 bilhões, segundo contas do Legislativo.

Mourão disse que créditos extraordinários podem ser usados para custear benefício

Hoje, o vice-presidente Hamilton Mourão disse que o governo “não pode ser escravo do mercado” e que os créditos extraordinários, que não contam no Teto de Gastos, mas pressionam a dívida e déficit, podem ser usados para bancar o retorno do auxílio, como têm insistido fontes da TC Mover.

Relatório Prisma, divulgado nesta sexta-feira pela Época em meio às discussões sobre o auxílio, revela que economistas consultados pelo Ministério da Economia reduziram suas projeções para o déficit primário do governo em 2021 em mais de R$10 bilhões.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Guilherme Dogo e João Pedro Malar
Arte: TC Mover


Leia também

Usiminas (USIM5) vê Alto-Forno 2 ajudando no aumento da produção de aço

Congresso pode aceitar PEC da Guerra com auxílio maior, diz fonte

Especial: Congresso garantirá auxílio emergencial, mas diluirá ajuste

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.