0

Moro se filia ao Podemos, mas não confirma candidatura à Presidência

politica

Moro se filia ao Podemos, mas não confirma candidatura à Presidência

Em um discurso de mais de 45 minutos e com postura de candidato à Presidência, Moro criticou os governos petistas e o mandato de Bolsonaro

Moro se filia ao Podemos, mas não confirma candidatura à Presidência
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 9 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 10 de novembro – O ex-juiz e ex-ministro Sergio Moro confirmou hoje sua filiação ao Podemos, mas evitou falar sobre o lançamento de candidatura para as eleições presidenciais de 2022. Apesar disso, anunciou planos de âmbito nacional, como o de organizar um programa social para “encerrar a miséria”, o fim do foro privilegiado e da reeleição para cargos do Executivo.

Em um discurso de mais de 45 minutos e com postura de candidato à Presidência, Moro fez críticas aos anos de governos petistas e ao mandato do presidente Jair Bolsonaro, focando especialmente nos temas da corrupção e da crise econômica.

Moro afirmou que faltou apoio do atual presidente para que ele pudesse seguir como ministro da Justiça e Segurança Pública, cargo do qual pediu desligamento em abril de 2020. “Tive meu trabalho boicotado. Continuar como ministro seria apenas uma farsa”, concluiu.

Ele reprovou as reformas que vêm sendo aprovadas, que “colocam alguma coisa ruim junto, como o calote de dívidas, o furo no Teto de Gastos e o aumento de recursos para outras coisas”.

Moro também criticou o projeto de desestatização da Eletrobras “que contou com vários jabutis”, mas disse que, em um eventual governo, defenderia a privatização de outras estatais “que não sejam estratégicas”.

Eleições de 2022

De acordo com uma pesquisa de intenção de voto para presidente da Genial/Quaest divulgada hoje mais cedo, Moro aparece em terceiro lugar, com 8%, à frente de candidatos como Ciro Gomes, João Doria, Rodrigo Pacheco e Eduardo Leite.

A pesquisa apontou também que Bolsonaro teria 21% das intenções de voto e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, 47%.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Gabriela Guedes e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinícius Martins/ Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.