0

Eleições: Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro no 2º turno, mostra pesquisa Exame/Ideia

politica

Eleições: Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro no 2º turno, mostra pesquisa Exame/Ideia

Ciro Gomes e Sergio Moro aparecem como os nomes mais fortes da terceira via nas eleições presidenciais de 2022, ainda segundo o levantamento

Eleições: Lula amplia vantagem sobre Bolsonaro no 2º turno, mostra pesquisa Exame/Ideia
stefanie-rigamonti

Atualizado há 9 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 12 de novembro – A menos de um ano para as eleições de 2022, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresenta vantagem de 17 pontos percentuais no segundo turno frente ao presidente Jair Bolsonaro, segundo a última pesquisa eleitoral da Exame/Ideia.

Lula aparece com 48% das intenções de voto enquanto Bolsonaro, que afirmou que vai se filiar ao PL, tem 31%. Na pesquisa de julho, a distância entre os dois candidatos era de 12 pontos percentuais.

O levantamento também simulou segundo turno de Lula com quatro outros aspirantes à corrida presidencial – Ciro Gomes, Eduardo Leite, João Doria e Sergio Moro. Em todos os cenários, o petista sairia vitorioso.

Com relação a Bolsonaro, o levantamento simulou apenas dois cenários, com Moro e Gomes. Na disputa contra o ex-juiz da Lava Jato, o atual presidente levaria a melhor, mas pela primeira vez na pesquisa o ex-governador Ciro Gomes venceria o pleito contra o atual presidente.

O fundador do instituto de pesquisa Ideia, Maurício Moura, acredita que essa baixa adesão a Bolsonaro é difícil de ser revertida a essa altura do campeonato.

“O presidente Jair Bolsonaro tem níveis de aprovação abaixo dos seus pares que tentaram a reeleição: Fernando Henrique Cardoso, Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff. No terceiro ano de mandato, todos tinham um patamar de aprovação acima de 30% e menor rejeição”, avalia Moura. “Para serem reeleitos, precisaram melhorar sua performance de popularidade no ano eleitoral. No caso de Bolsonaro, essa recuperação teria de ser recorde”, continua.

Para a sondagem foram ouvidas 1,2 mil pessoas por telefone entre os dias 9 e 11 de novembro. As entrevistas foram feitas tanto por ligações para número fixos quanto para celulares. E a margem de erro é de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Terceira via

O mesmo levantamento mostra que os nomes mais fortes para fazer frente à disputa eleitoral polarizada é Ciro Gomes, do PDT, e Sergio Moro, que oficializou a filiação ao Podemos na última quarta-feira, 10.

No primeiro turno, Lula aparece com 35% das intenções de votos e Bolsonaro com 25%, seguido por Gomes, com 7%, e Moro, com 5%. Brancos e nulos somam 8% e os que afirmaram que não sabem em que votar chegam a 12%.

Texto: Stéfanie Rigamonti
Edição: Guilherme Dogo
Arte: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.