0

Análise: Em mês decisivo, terceira via começa a testar difícil viabilidade

politica

Análise: Em mês decisivo, terceira via começa a testar difícil viabilidade

Parte dos banqueiros e empresários aposta que há tempo para a terceira via crescer até durante a campanha para a eleição de 2022

Análise: Em mês decisivo, terceira via começa a testar difícil viabilidade
leopoldo-vieira-teixeira

Atualizado há 9 meses

Ícone de compartilhamento

Brasília, 1 de novembro – Com dificuldades para levantar um vôo competitivo para a eleição presidencial de 2022, a chamada terceira via começa em novembro uma fase decisiva para testar sua viabilidade eleitoral, em meio à dificuldade para emplacar nomes liberais como alternativas promissoras à polarização entre o presidente Jair Bolsonaro e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Como sinal de que Lula e Bolsonaro podem estar cristalizados na primeira e segunda colocações, respectivamente, a pesquisa PoderData divulgada na semana passada revelou que 36% dos entrevistados só votariam em Lula, enquanto 28% só votariam no atual presidente.

Isso deixaria um espaço de somente 36% do eleitorado para outros postulantes, mesmo que unidos em uma só candidatura, o que deve justamente ser o primeiro desafio dentro de um cardápio variado de candidatos, inclusive em relação às visões econômicas.

Embora parte dos banqueiros e empresários aposte que haverá tempo para a terceira via crescer até durante a campanha eleitoral, aumentaram as chances de encerramento precoce do ciclo de centro-direita liberal retomado em 2016, dado o contexto de crescente convergência entre Bolsonaro e Lula em temas como o preço dos combustíveis e o viés reformador das regras fiscais.

Quem pode representar a terceira via em 2022?

Entre os postulantes que podem confirmar candidatura até o primeiro semestre estão o ex-juiz Sergio Moro, o ex-governador Ciro Gomes, os governadores de São Paulo, João Dória, e Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco.

As prévias do PSDB em 21 de novembro podem melhorar a posição da legenda para articular palanques e alianças. Analistas consideram que Leite pode ganhar maior tração por oferecer menos resistência do que Dória entre os partidos de centro-direita e no eleitorado progressista, por ter se assumido homoafetivo.

Contudo, os tucanos deverão ter um árduo desafio para ir ao segundo turno, tendo que superar não apenas Bolsonaro, como Moro e Gomes, na concorrência pela raia de centro-direita.

Moro, que pode anunciar candidatura neste mês, já aparece à frente de Gomes, que não é uma opção liberal. Dória, Leite, Mandetta e Pacheco, também, segundo o PoderData.

Ocorre que nem Moro parece ter um vôo alto. Estudo do instituto Paraná Pesquisas ao qual o Scoop by Mover teve acesso reporta que para 57,7% do eleitorado ele não deve ser candidato, enquanto 35,5% acreditam que sim. Na visão de especialistas, estes 35,5% poderiam ser vistos como um teto para as pretensões dele.

Lula está na frente

Uma pesquisa da Genial/Quaest de outubro mostrou, ainda, que Lula bate tanto em Bolsonaro quanto em Moro como melhor nome para combater a corrupção, enfrentar questões da criminalidade e segurança pública, assim como para saúde, pandemia, vacina e economia.

Segundo o Datafolha em 26 de setembro, o montante de eleitores de Bolsonaro que em 2022 votaria em Lula no segundo turno chegaria a 23% — cerca de um quarto do eleitorado do atual presidente em 2018.

Além disso, achamos que reformas liberais e privatizações devem ter dificuldades para se destacar ante promessas de Bolsonaro e Lula para ampliar a agenda social e gastos para impulsionar a atividade, em um cenário de aumento da pobreza, inflação, desemprego e baixas estimativas para o Produto Interno Bruto.

O mais provável, assim, é a manutenção de um cenário hostil a qualquer candidatura que fure a polarização, sobretudo, com Bolsonaro e Lula caminhando em direção ao centro.

Texto: Leopoldo Vieira
Edição: Gabriela Guedes
Arte: Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.