0

ADR da Petrobras cai após governo trocar presidente da estatal

politica

ADR da Petrobras cai após governo trocar presidente da estatal

Com a nova interferência da União na diretoria da Petrobras, os recibos de ações da estatal negociados em Nova York recuam nesta manhã

ADR da Petrobras cai após governo trocar presidente da estatal
gustavo-cunha-boldrini

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 24 de maio – O governo federal anunciou ontem a terceira troca de presidente da Petrobras em pouco mais de um ano, indicando Caio Mário Paes de Andrade para o lugar de José Mauro Ferreira Coelho, reforçando o papel do ministro Paulo Guedes no setor em meio às pressões do presidente Jair Bolsonaro contra os reajustes de preços da estatal.

Com a nova interferência da União na diretoria da estatal, os recibos de ações da companhia negociados em Nova York, ADRs, caíam 2,31% no pré-mercado americano perto das 7h35, em dia no qual os papéis negociam ex-dividendos.

A escolha de Paes de Andrade, atual secretário de desburocratização do Ministério da Economia, representa mais uma vitória de Guedes após a troca de Bento Albuquerque por Adolfo Sachsida, seu aliado, no comando do Ministério de Minas e Energia.

A mudança mostra que “o Ministério da Economia está mais no controle do que nunca da petroleira”, avalia o economista-chefe da Necton Investimentos, André Perfeito. Para ele, “não parece razoável” cogitar uma mudança na política de paridade internacional de preços de combustíveis promovida pela estatal desde o governo de Michel Temer.

A troca também pode agilizar os estudos sobre a privatização da Petrobras e da PPSA, estatal focada na exploração e produção no pré-sal, que foram incluídos por Guedes e Sachsida no Programa de Parcerias de Investimentos.

José Mauro Coelho, que assumiu a Petrobras há 40 dias, era indicado por Albuquerque. Agências de notícias relataram há alguns dias um processo de “fritura” sofrido por Coelho com a demissão do próprio ex-ministro de Minas e Energia e as  críticas abertas de Bolsonaro ao aumento nos preços do diesel anunciado pela estatal em 9 de maio.

Foi a terceira troca de presidente da Petrobras promovida por Bolsonaro em pouco mais de um ano. Roberto Castello Branco foi demitido em abril de 2021, sendo substituído pelo general Joaquim Silva e Luna. O militar foi demitido no fim de março e trocado por Coelho, que assumiu em 14 de abril após tentativa fracassada do ministério de Minas e Energia de emplacar o nome de Adriano Pires no cargo.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Guilherme Dogo
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

28,59

0,60

+2,14%

Relacionadas

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

31,11

0,57

+1,86%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.