0

XP recomenda compra para Rede D'Or (RDOR3), citando envelhecimento da população

mercados

XP recomenda compra para Rede D'Or (RDOR3), citando envelhecimento da população

XP iniciou a cobertura das ações da Rede D'Or (RDOR3) com recomendação de compra, citando envelhecimento da população como um dos fatores

XP recomenda compra para Rede D'Or (RDOR3), citando envelhecimento da população
gustavo-cunha-boldrini

Atualizado há mais de 1 ano

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 20 de janeiro – A XP iniciou a cobertura das ações ordinárias da Rede D’Or, código RDOR3, com recomendação de compra e preço-alvo de R$85,00, o que representaria um potencial implícito de 25% de valorização em relação ao fechamento de ontem, a R$67,90.XP recomenda compra para Rede D’Or (RDOR3), citando envelhecimento da população

São Paulo, 20 de janeiro – A XP iniciou a cobertura das ações ordinárias da Rede D’Or, código RDOR3, com recomendação de compra e preço-alvo de R$85,00, o que representaria um potencial implícito de 25% de valorização em relação ao fechamento de ontem, a R$67,90.

Em relatório, os analistas Vitor Pini e Matheus Soares destacam que, além do grande potencial de crescimento orgânico e inorgânico da Rede D’Or por meio de fusões e aquisições, o rápido envelhecimento da população deve ser fator positivo para a rede de hospitais, com cada vez mais pessoas demandando serviços de saúde.

“A população brasileira está envelhecendo rapidamente e os idosos tendem a ir aos hospitais com mais frequência quando comparados aos mais jovens, além de gastarem mais com assistência médica”, disseram.

A expansão de leitos tanto em hospitais existentes como em novos deve dar o tom do crescimento orgânico da Rede D’Or, estimando abertura de 1 mil por ano até o final de 2025, o que deve gerar um “significativo crescimento da receita líquida”.

A XP também vê a ação ordinária da Rede D’Or negociada a 38,3 vezes o lucro estimado para 2022, com desconto de 10% em relação a pares.

Bradesco BBI, Credit Suisse e BTG Pactual também recomendam compra

O Bradesco BBI iniciou ontem a cobertura da Rede D’Or com recomendação de compra, com preço-alvo de R$82,00. O Credit Suisse e o BTG Pactual recomendaram a compra das ações da hospitalar, com preço-alvo de R$78,00 e R$85,00, respectivamente.

Desempenho das ações da Rede D’Or (RDOR3)

Em relatório, os analistas Vitor Pini e Matheus Soares destacam que, além do grande potencial de crescimento orgânico e inorgânico da Rede D’Or por meio de fusões e aquisições, o rápido envelhecimento da população deve ser fator positivo para a rede de hospitais, com cada vez mais pessoas demandando serviços de saúde.

“A população brasileira está envelhecendo rapidamente e os idosos tendem a ir aos hospitais com mais frequência quando comparados aos mais jovens, além de gastarem mais com assistência médica”, disseram.

A expansão de leitos tanto em hospitais existentes como em novos deve dar o tom do crescimento orgânico da Rede D’Or, estimando abertura de 1 mil por ano até o final de 2025, o que deve gerar um “significativo crescimento da receita líquida”.

A XP também vê a ação ordinária da Rede D’Or negociada a 38,3 vezes o lucro estimado para 2022, com desconto de 10% em relação a pares. Desde a estreia na B3, em dezembro, os papéis da Rede D’Or acumulam valorização de 7,95%.

Bradesco BBI, Credit Suisse e BTG Pactual também recomendam compra

O Bradesco BBI iniciou ontem a cobertura da Rede D’Or com recomendação de compra, com preço-alvo de R$82,00. O Credit Suisse e o BTG Pactual recomendaram a compra das ações da hospitalar, com preço-alvo de R$78,00 e R$85,00, respectivamente.

Desempenho das ações da Rede D’Or (RDOR3)

Ação da Rede D

Perto das 11h25, o papel ordinário da Rede D’Or, código RDOR3, subia 0,38%, cotado a R$68,16. Desde a oferta pública inicial, IPO na sigla em inglês, em dezembro, a ação teve ganho de mais de 17%.

A concorrente Hapvida, código HAPV3, avançava 0,40%, a R$17,44, enquanto a Notre Dame Intermédica, código GNDI3, caía 0,23%, a R$96,58. No mesmo horário, o Ibovespa operava em alta de 0,48%, aos 121,2 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações das hospitalares ou de outras empresas, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Guillermo Parra-Bernal e Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/TC

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.