0

Ibovespa sobe acompanhando exterior; juros e câmbio deslizam de olho em precatórios

mercados

Ibovespa sobe acompanhando exterior; juros e câmbio deslizam de olho em precatórios

Ibovespa segue otimismo do mercado local em relação à aprovação da PEC dos Precatórios e do exterior, com novas informações sobre a ômicron

Ibovespa sobe acompanhando exterior; juros e câmbio deslizam de olho em precatórios
gabriel-brondi

Atualizado há 8 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 1 de dezembro – O Ibovespa ensaiava sua maior alta em 30 dias nesta quarta-feira, recuperando parte de suas perdas recentes, com seguindo o exterior animado com melhores perspectivas sobre a variante ômicron do coronavírus; dólar e DIs operavam em alta, de olho na divulgação da balança comercial e na votação de precatórios prevista para hoje.

Às 13h10, o Ibovespa subia 1,72%, cotado a 103.665 pontos, com a recuperação dos preços das commodities no mercado global e perspectiva de aprovação da PEC dos Precatórios. Traders consultados pela Mover alertaram que o índice se recupera após respeitar a média móvel de 200 períodos no gráfico semanal, apresentando fluxo estrangeiro comprador em futuros, com Morgan Stanley e Bradesco liderando as compras.

O destaque em termos percentuais eram dos papeis da ação preferencial classe A Braskem (BRKM5) que avançavam 8,55% seguido dos papéis ordinários da Suzano (SUZB3) que subiam 5,64% no mesmo horário. Na visão por pontos, as ações ordinárias da Vale (VALE3) adicionavam cerca de 290 pontos ao índice, avançando 2,23%, em linha com a alta do minério em Qingdao.

A Petrobras também hidratava o índice com aproximadamente 400 pontos, com seus papéis preferenciais (PETR4) subindo 3,26% e os ordinários (PETR3), 3,42%, em linha com a alta de 3,76% nos futuros do petróleo Brent.

Além disso, a petroleira informou a conclusão da venda da Refinaria Landulpho Alves, Rlam, para o Mubadala Capital por US$1,8 bilhão. Após privatizada, a Rlam passa a se chamar Refinaria Mataripe.

Ponta negativa do Ibovespa

Na aba negativa, destaque para os papéis de frigoríficos exportadores, com os papeis ordinários da JBS (JBSS3) e Marfrig (MRFG3) recuando 2,41% e 2,38%, respectivamente. Há perspectivas de que as margens dessas companhias, especialmente nas operações nos Estados Unidos, possam recuar nos próximos trimestres.

No exterior, o índice S&P500 registrava alta de 1,61%, o Dow Jones subia 1,28% e o Nasdaq 100 avançava 1,45%, enquanto o mercado acompanhava atentamente as falas do presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e da secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen.

Dólar e juros futuros tinham sessão volátil, após dados desanimadores de PMIs e inflação ao produtor no Brasil mais cedo. Mercado monitora de perto noticiário político, esperando que o Senado coloque em votação a PEC dos Precatórios ainda hoje.

O Scoop by Mover antecipou que o governo espera por uma aprovação com entre 52 e 55 votos favoráveis. São necessários 49 votos para a aprovação da pauta.

Texto: Gabriel Brondi
Edição: Felipe Corleta e Letícia Matsuura
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

BRKM5

BRASKEM S.A.

37,08

0,42

+1,14%

Relacionadas

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

37,06

-0,14

-0,37%

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

39,68

-0,17

-0,42%

JBSS3

JBS S.A.

30,44

1,14

+3,87%

MRFG3

MARFRIG GLOBAL FOODS S.A.

12,89

0,23

+1,81%

VALE3

VALE S.A.

69,80

-0,22

-0,31%

SUZB3

SUZANO S.A.

48,89

-0,05

-0,10%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.