0

Ibovespa fecha em alta e ignora exterior, impulsionado por commodities

mercados

Ibovespa fecha em alta e ignora exterior, impulsionado por commodities

O Ibovespa subiu aos 107.005 pontos, com impulso de commodities e na contramão do pessimismo externo com a política monetária nos EUA

Ibovespa fecha em alta e ignora exterior, impulsionado por commodities
clara-castro

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 19 de maio – O Ibovespa fechou em alta nesta quarta-feira, com o avanço das ações ligadas às commodities compensando o pessimismo externo com a política monetária nos Estados Unidos e com a possível estagflação global.

O índice de referência da Bolsa de Valores de São Paulo subiu 0,71%, ao patamar de 107.005 pontos, com as ordinárias da Vale (VALE3) e as preferenciais da Petrobras (PETR4) adicionando o maior número de pontos, em alta de 2,66% e 1,70%, respectivamente.

A alta das ações ligadas às commodities nesta quinta-feira forneceu suporte para o Ibovespa garantir uma sessão positiva, apesar do pessimismo externo. Nos Estados Unidos, os índices Dow Jones, S&P500 e Nasdaq 100 fecharam em queda de 0,75%, 0,58% e 0,44%, respectivamente.

As ações das empresas de commodities passaram por um movimento de correção, após liquidação de ontem, e refletiram a valorização do minério de ferro em Dalian e dos futuros do petróleo Brent, que subiam 1,96%, a US$111,25 por barril, por volta das 17h00.

No Ibovespa, as ordinárias da CSN Mineração (CMIN3) e da CSN (CSNA3) lideraram as altas percentuais a 9,07% e 7,20% respectivamente, também beneficiadas pelo anúncio de novos programas de recompra de ações. A maior siderúrgica diversificada do Brasil, CSN, aprovou a recompra de até 58 milhões de ações em 12 meses, mediante o encerramento do atual programa, enquanto a mineradora, CSN Mineração, aprovou nova recompra de até 106 milhões de ações em 12 meses.

O chefe de renda variável da Veedha Investimentos, Rodrigo Moliterno, destacou o desempenho das ações da Eletrobras, após o Tribunal de Contas da União aprovar ontem, por maioria de sete votos a um, a continuidade do processo de privatização da estatal, abrindo caminho para que a operação ocorra no prazo planejado pelo governo. Os papéis ordinários e preferenciais tipo B da empresa de energia avançaram 3,03% e 2,54%, respectivamente.

Na ponta negativa do Ibovespa, figuraram as ordinárias da Petz (PETZ3), da Hapvida (HAPV3) e da Weg (WEGE3), com quedas respectivas de 5,20%, 4,11% e 3,41%.

Investidores seguem em busca de proteção na renda fixa contra o cenário de inflação persistente, com a determinação do Federal Reserve de subir os juros americanos até derrotar a inflação piorando o temor de um declínio na atividade econômica do país e no mundo.

Texto: Clara Guimarães
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinícius Martins / Mover

Nesta matéria

VALE3

VALE S.A.

75,15

-1,46

-1,90%

Relacionadas

PETZ3

PET CENTER COMERCIO E PA...

9,82

-0,11

-1,10%

HAPV3

HAPVIDA PARTICIPACOES E I...

5,62

0,15

+2,74%

CSNA3

CIA SIDERURGICA NACIONAL

15,08

-0,36

-2,33%

WEGE3

WEG S.A.

26,50

0,05

+0,18%

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

28,59

0,60

+2,14%

CMIN3

CSN MINERA��O S.A.

3,81

-0,05

-1,29%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.