0

Ibovespa sobe com exterior; recuo dos juros beneficia varejo e techs

mercados

Ibovespa sobe com exterior; recuo dos juros beneficia varejo e techs

A maior previsibilidade quanto à política monetária dos EUA após ata publicada ontem pelo BC anima os mercados, com reflexo no Ibovespa

Ibovespa sobe com exterior; recuo dos juros beneficia varejo e techs
gabriel-brondi

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 26 de maio – O Ibovespa mantém alta na tarde desta quinta-feira, seguindo as bolsas americanas, diante da maior previsibilidade para as decisões de juros nos Estados Unidos no curto-prazo, apesar do recuo acima do esperado da economia americana.

Por volta das 14h45, o Ibovespa avançava 0,99%, a 111.670 pontos, com as ordinárias da B3 (B3SA3) e da CSN (CSNA3) hidratando o índice em maior número de pontos, subindo 2,69% e 6,34%, respectivamente.

Já o dólar futuro acelerava queda para 1,10%, a R$4,778, e a curva de juros ampliava recuo em toda sua extensão para até 13 pontos-base, refletindo alívio com a inflação no Brasil, após a Câmara aprovar ontem projeto que define teto de 17% de alíquota para o ICMS sobre combustíveis, energia elétrica, transportes e telecomunicações. A proposta agora segue para o Senado e deve enfrentar pressões dos governadores.

No exterior, apesar do recuo acima do esperado do Produto Interno Bruto dos EUA, divulgado nesta manhã, o mercado opera com maior apetite por risco, após o banco central americano oferecer ao mercado uma maior previsibilidade na condução da política monetária através da ata da sua última reunião de decisão de juros.

No documento, divulgado ontem à tarde, os dirigentes sinalizaram aumentos de 50 pontos-base nas próximas reuniões de política monetária, em junho e julho. Não foi citado aumento de 75 pontos-base, o que também mitiga o receio dos investidores para movimentos mais agressivos por parte do Federal Reserve.

Sobe e desce do Ibovespa

Perto das 14h50, quase todos os índices da B3 operavam em alta, com exceção do de Utilities, que recuava 1,51%. Já o destaque positivo era do índice de consumo, ICON, que subia 2,28%, refletindo o recuo dos contratos futuros de juros.

Na visão percentual, as ordinárias da Cielo (CIEL3) e da Magazine Luiza (MGLU3) lideravam as altas, disparando 10,47% e 8,89%, respectivamente.

Na ponta oposta, as ações ordinárias da Eletrobras (ELET3) e as preferenciais classe B da estatal (ELET6) puxavam a fila das perdas, recuando 3,36% e 3,21%, respectivamente.

Texto: Gabriel Brondi
Edição: Allan Ravagnani e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

B3SA3

B3 S.A. - BRASIL, BOLSA, ...

11,19

0,23

+2,09%

Relacionadas

CIEL3

CIELO S.A. - INSTITUI��O ...

3,93

0,18

+4,80%

ELET3

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

45,84

-0,35

-0,75%

CSNA3

CIA SIDERURGICA NACIONAL

15,08

-0,36

-2,33%

ELET6

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

46,50

-0,20

-0,42%

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

2,21

-0,14

-5,98%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.