0

Ibovespa e dólar viram após discurso mais duro de membro do Fed

mercados

Ibovespa e dólar viram após discurso mais duro de membro do Fed

O Ibovespa teve uma abertura de mercado instável, mas depois acelerou queda após diretor do Fed defender aceleração do processo de tapering

Ibovespa e dólar viram após discurso mais duro de membro do Fed
tcuser

Atualizado há 9 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 16 de novembro –  Após abertura instável, o Ibovespa passou a cair mais de 1% e o dólar futuro virou de queda para alta depois de o diretor do Federal Reserve de St. Louis, James Bullard, afirmar que a autoridade monetária norte-americana deveria acelerar o processo de retirada de estímulos da economia dos EUA, aumentando as compras mensais de US$ 15 bilhões para US$ 30 bilhões.

O impacto maior é visto no mercado de câmbio, com o dólar futuro atingindo a máxima do dia em R$5,507, alta de 0,55%, às 12h. No exterior, o Índice Dólar DXY também acelerou a alta após as falas, subindo 0,22%.

A subida do dólar acaba também por puxar os contratos de juros futuros, que passaram toda a manhã em queda. No mesmo horário, os DIs para 2024, 2025, 2027 e 2029 subiam até 3 pontos-base.

Já o Ibovespa, que operava entre ganhos e perdas moderadas, passou a cair 1,37% e perdeu o patamar dos 105 mil pontos, com quedas maiores do varejo. Magazine Luiza (MGLU3) recuava quase 6%, Americanas (AMER3), mais de 8%, e Vale (VALE3), 1,5%.

No mesmo evento, Bullard voltou a dizer que vê dois aumento de taxas de juros em 2022, em linha com a expectativa do mercado, por causa do aumento da inflação global. A Commcor Corretora diz que os movimentos de altas de juros são mais “delicadas” e não é bem vista pelo presidente do Fed, Jerome Powell.

Por volta das 14h pelo horário de Brasília, outros três diretores do banco central americano devem participar de evento público.

Mercado local

O Índice de Atividade Econômica do Banco Central recuou 0,27% em setembro, praticamente em linha com o consenso, que previa queda de 0,30%. Em relação a setembro de 2020, o IBC-Br subiu 1,52%, abaixo do consenso de 1,80%. No trimestre encerrado em setembro, a contração foi de 0,14%, fornecendo uma sinalização de como ficará o Produto Interno Bruto do período.

No âmbito político, o presidente da Câmara, Arthur Lira, defendeu em entrevista à CNN Brasil a necessidade de completar o “ciclo de reformas” no país, porém ressaltou que não nota disposição por parte do governo em dar prosseguimento à reforma administrativa.

Com tom divergente, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, disse ontem em Lisboa, em Portugal, que há “várias saídas” para o governo resolver a questão do orçamento de 2022 envolvendo os débitos judiciais e a manutenção do Teto de Gastos.

Texto: Eduardo Puccioni e Peter Frontini
Edição: Guilherme Dogo, Gabriela Guedes e Stéfanie Rigamonti
Arte: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

3,15

-0,18

-5,38%

Relacionadas

AMER3

AMERICANAS S.A

13,90

-1,18

-7,82%

VALE3

VALE S.A.

68,00

0,87

+1,29%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.