0

Bolsa cai, dólar sobe com ‘guerra fria’ no comércio, volumes baixos; amanhã, indústria, ISM e Congresso no radar

mercados

Bolsa cai, dólar sobe com ‘guerra fria’ no comércio, volumes baixos; amanhã, indústria, ISM e Congresso no radar

Feriado do dia do trabalho nos Estados Unidos deixa liquidez baixa em todos os mercados, inclusive no Brasil.

Bolsa cai, dólar sobe com ‘guerra fria’ no comércio, volumes baixos; amanhã, indústria, ISM e Congresso no radar
tcuser

Atualizado há quase 3 anos

Ícone de compartilhamento

Em dia de feriado nos Estados Unidos, que deixou a liquidez baixíssima em todos os mercados, inclusive no Brasil, a bolsa, o câmbio e os juros futuros voláteis mostraram desempenho ruim. O real foi a pior entre as moedas emergentes. Traders também culparam os controles de capitais na Argentina, que emperram o envio de remessas por parte das empresas brasileiras. No entanto, a rasgada no câmbio, que levou o dólar futuro para os R$4,19 no fim do dia aumenta as chances de novos leilões de dólares por parte do Banco Central amanhã.

 

Ao longo da tarde, o Ibovespa bateu sucessivas mínimas e acabou o dia abaixo dos 101 mil pontos, recuo de 0,50%. A cotação do dólar fechou a R$4,192, alta de 1,10%, puxando para cima os contratos de juros futuros. Uma notícia da Bloomberg News dizendo que China e EUA não têm conseguido concordar com as premissas básicas da uma reaproximação, pela grande desconfiança e os sinais trocados das últimas semanas, deixou o investidor no Brasil e mundo fora mais nervoso.

 

Hoje o governo brasileiro deu o primeiro sinal de preocupação quanto ao impacto da guerra comercial na atividade doméstica. A briga entre os EUA e a China, que ameaça se alastrar para outros países e regiões, está reduzindo a demanda por exportações brasileiras. O outro fator é a Argentina: hoje funcionários do Ministério da Economia disseram que as vendas brasileiras para o país vizinho caíram 40% nos primeiros oito meses do ano.

 

Para amanhã, a Fipe divulga a inflação na cidade de São Paulo para o mês de agosto. Às 09h00, o IBGE deve publicar dados da produção industrial de julho, com o mercado esperando queda na leitura anual. Nos EUA, serão publicados os dados da pesquisa ISM de compras industriais de agosto. Chile e Austrália podem cortar juros amanhã. Fique de olho no Congresso – especialmente sobre a Lei das Teles.

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.