0

PCE: Inflação nos EUA acelera em março, acima do esperado

internacional

PCE: Inflação nos EUA acelera em março, acima do esperado

Segundo o Departamento de Trabalho dos EUA, a inflação do PCE registrou alta de 0,90% no mês, acima das projeções médias de 0,50%

PCE: Inflação nos EUA acelera em março, acima do esperado
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 29 de abril – A inflação do Consumo Pessoal dos Estados Unidos, conhecida pela sigla PCE, acelerou em março além do que previa o mercado, o que deve pressionar o Federal Reserve, banco central dos EUA, por um aperto monetário mais duradouro.

Segundo o Departamento de Trabalho dos EUA, a inflação do PCE registrou alta de 0,90% no mês, acima do consenso de 0,50% e 0,4 ponto percentual acima do dado de fevereiro.

No acumulado de 12 meses, a taxa atingiu 6,60%, levemente abaixo dos 6,80% esperados pelo mercado, mas 0,3 ponto percentual acima de fevereiro.

Nos núcleos, que excluem os preços de combustíveis e alimentos, o PCE veio em linha com a expectativa, em 0,30%, acumulando alta de 5,20% em 12 meses, levemente abaixo da leitura de 5,30% de fevereiro, a maior desde 1982.

Os dados demonstram que a inflação nos EUA segue acelerando, o que deve refletir na próxima reunião do Comitê de Política Aberta, o FOMC, do Federal Reserve. Os derivativos apontam para uma chance de 99% para uma alta de 50 pontos-base na semana que vem, levando a taxa para o intervalo de 0,75% – 1,00%.

A inflação também advém de um mercado consumidor bastante aquecido, o que foi demonstrado pelo índice de gastos pessoais dos americanos, que subiu 1,10%, acima da projeção de 0,70%.

A renda pessoal subiu 0,50%, também acima da expectativa de 0,40%, mas abaixo do dado anterior de 0,70%.

Após as divulgações, os índices futuros das bolsas americanas acentuaram o viés de queda, com o Nasdaq recuando 1,31%, enquanto o S&P500 e o Dow Jones caíam 1,00% e 0,43%, respectivamente. Já o rendimento dos títulos da dívida de 10 anos subiam 2,8 pontos-base, atingindo 2,889%.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Allan Ravagnani
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.