0

Mark Zuckerberg é processado pelo caso da Cambridge Analytica

internacional

Mark Zuckerberg é processado pelo caso da Cambridge Analytica

Segundo o procurador do caso, Mark Zuckerberg estava ciente do compartilhamento de dados de usuários do Facebook sem consentimento prévio

Mark Zuckerberg é processado pelo caso da Cambridge Analytica
juliana-mendonca

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 23 de maio – O presidente da Meta, controladora do Facebook, Mark Zuckerberg, foi processado nesta segunda-feira pelo procurador-geral do distrito de Columbia, nos Estados Unidos, acusado de cometer abusos envolvendo dados pessoais e de enganar usuários sobre privacidade no âmbito do famoso escândalo da Cambridge Analytica, que despontou em 2018.

De acordo com o processo, Zuckerberg estava “intimamente ligado” à estrutura no Facebook por meio da qual a empresa de dados e consultoria política Cambridge Analytica conseguiu coletar informações pessoais de usuários da rede social, sem o consentimento prévio deles.

Segundo a Justiça americana, Mark Zuckerberg esteve presente em decisões que possibilitaram que a Cambridge Analytica, ligada ao então candidato americano Donald Trump, desviasse dados pessoais de 87 milhões de americanos para manipular as eleições de 2016.

“Esta violação de segurança sem precedentes expôs dezenas de milhões de informações pessoais de americanos, e as políticas de Zuckerberg permitiram um esforço de vários anos para enganar os usuários sobre a extensão da conduta ilícita do Facebook”, declarou o procurador-geral Karl Racine em um comunicado à imprensa.

“Este processo não é apenas justificado, mas necessário, e envia uma mensagem de que os líderes corporativos, incluindo os CEOs, serão responsabilizados por suas ações”, completou.

O procurador disse que sua equipe teve acesso a milhares de documentos e depoimentos de ex-funcionários do Facebook, a partir dos quais pôde concluir que Mark Zuckerberg estava ciente dos danos de compartilhamento de informações de usuários, mas não atuou para impedir as irregularidades.

Texto: Juliana Alves
Edição: Stéfanie Rigamonti e Allan Ravagnani
Imagem: Vinicius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.