0

Inflação do PCE nos EUA acelera em maio, mas abaixo do esperado

internacional

Inflação do PCE nos EUA acelera em maio, mas abaixo do esperado

A inflação dos EUA medida pelo PCE teve alta de 0,6% em maio na comparação com abril, abaixo dos 0,9% esperados pelo mercado

Inflação do PCE nos EUA acelera em maio, mas abaixo do esperado
guilherme-maradei-dogo

Atualizado há cerca de 1 mês

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 30 de junho – A inflação do consumo pessoal nos Estados Unidos, medida que é seguida pelo Federal Reserve, banco central americano, acelerou em maio na base mensal, mas ficou abaixo do esperado pelo mercado, dando mais indicações de que a economia dos EUA atingiu o pico da inflação.

Segundo o Birô de Estatísticas dos EUA, a inflação medida pelo PCE teve alta de 0,6% em maio na comparação com abril, abaixo dos 0,9% esperados pelo consenso de mercado. No acumulado de 12 meses, o PCE ficou estável em 6,3%.

Já os núcleos do PCE, que excluem as variações de energia e alimentos, a alta mensal ficou em 0,3%, ante 0,4% esperados. No acumulado de 12 meses, o indicador desacelerou de 4,8% para 4,7%.

Os gastos pessoais também desaceleraram em maio para 0,2%, ante 0,4% esperado, enquanto a renda teve alta de 0,5%, a mesma de abril.

Os mercados reagiram de forma positiva aos dados de inflação nos EUA, com os índices futuros das bolsas americanas reduzindo as perdas. O S&P500 futuro caía 1,3% antes do dado e reduziu a queda para 1,0% perto das 09h45, enquanto o Nasdaq futuro caía 1,1% no mesmo horário.

O rendimento dos títulos da dívida americana pelo prazo de 10 anos acelerou as perdas para 7,6 pontos-base, a 3,017%.

A maior alta das inflação nos EUA em maio veio do setor de energia, em 4,0%, seguido pelos alimentos, com avanço de 1,2% na base mensal. Os dois setores também lideram no acumulado de 12 meses, com altas de 35,8% e 11,0%, respectivamente.

A meta do Fed é trazer o PCE para 2,0% e, para isso, já elevou suas taxas de juros em 1,5 ponto percentual desde março. O presidente da autarquia, Jerome Powell, disse nesta semana que a missão do banco central é reduzir o índice de inflação e manter a economia americana avançando, mas admitiu que a principal meta no momento é o combate contra o aumento de preços nos EUA.

Texto: Guilherme Dogo
Edição: Allan Ravagnani
Imagem: Vinicius Martins / Mover
Comentários: [email protected]

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.