0

Brasileiros pagam quase 60% de dívidas em atraso no primeiro semestre, revela Serasa

financas-pessoais

Brasileiros pagam quase 60% de dívidas em atraso no primeiro semestre, revela Serasa

Segundo a Serasa, o setor financeiro teve a maior recuperação de dívidas nos primeiros seis meses do ano, seguido de serviços essenciais

Brasileiros pagam quase 60% de dívidas em atraso no primeiro semestre, revela Serasa
beatriz-cantadori

Atualizado há 9 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 8 de novembro– Os brasileiros pagaram 57,7% dos seus débitos com o setor financeiro, ou seja, dívidas com bancos e cartões, em até 60 dias após a inadimplência no primeiro semestre de 2021, de acordo com o Indicador de Recuperação de Crédito da Serasa Experian.

Conforme o estudo, o percentual de quitação caiu desde 2019, quando era de 60,4%. Apesar disso, o segmento foi o que mais se recuperou no período. De todas as contas liquidadas nos seis primeiros meses, 65% correspondem a essa área.

O segundo setor com maior pagamento de dívidas atrasadas foi o de utilities, que engloba serviços essenciais como gás, água e energia, com um percentual de 62,7% de quitações.

Entre as regiões brasileiras, apenas o Nordeste ficou abaixo da média geral de quitação das dívidas atrasadas em até 60 dias, registrando 48,8%.

Dívidas atrasadas vindas da pandemia

O economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, vê os números de dívidas atrasadas como uma consequência do cenário de crise enfrentado no primeiro semestre. “Com os reflexos da pandemia impactando o país, a população teve que continuar lidando com o alto nível de desemprego e a diminuição do auxílio emergencial. Junto a isso, o aumento da inflação e dos juros foram fatores que agravaram a situação financeira dos consumidores, tornando a quitação de dívidas já negativadas cada vez mais difícil”.

Ainda segundo o especialista, a explicação para o setor financeiro ter o melhor reestabelecimento, após analisar os dados, é o fato de que “as pessoas valorizam muito o acesso ao crédito que possuem e, para não o perderem, escolhem priorizar a quitação dessas pendências. Sendo assim, esse é um setor que possui um incentivo natural para a recuperação de dívidas, o da preservação de crédito”.

Método de pesquisa

O Indicador de Recuperação de Créditos da Serasa usa como base a quantidade de débitos incluídos no sistema, em cada mês, e o tempo de até 60 dias para pagamento pode variar de acordo com cada devedor.

Ainda, a série histórica do índice é curta, com dados retroativos desde 2017, o que não permite a afirmação de períodos de sazonalidade, pois são necessários pelo menos 5 anos de acompanhamento para essa análise.

Texto: Beatriz Lauerti
Edição: Letícia Matsuura
Arte: Vinícius Martins/ Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.