0

Vivo bate consensos impulsionada por banda larga no terceiro trimestre

empresas

Vivo bate consensos impulsionada por banda larga no terceiro trimestre

A Vivo reportou alta de 8,5% no lucro líquido e de 2,2% na receita líquida operacional no terceiro trimestre, superando consensos

Vivo bate consensos impulsionada por banda larga no terceiro trimestre
maria-luiza

Atualizado há 8 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 27 de outubro – A Vivo viu seu resultado financeiro no terceiro semestre superar os consensos, impulsionados pelo desempenho financeiro no negócio fixo, com destaque para banda larga, além da queda nos custos da operação.

A Vivo registrou lucro líquido de R$1,31 bilhão de julho a setembro, alta de 8,5% na base anual, superando o consenso de R$1,21 bilhão. A receita líquida operacional atingiu R$11,03 bilhões, mais 2,2% na comparação ano a ano, acima da expectativa de R$10,92 bilhões.

Além do crescimento anualizado de 14,8% na receita core fixa, a R$2,5 bilhões, a Vivo destacou a receita de FTTx, rede de banda larga através de fibra óptica, que evoluiu 11,6% na mesma comparação. Ela foi impulsionada pelo forte desempenho dos ganhos de FTTH, tipo de cabeamento que liga diretamente o provedor de internet e o usuário, que cresceram 37,2% na comparação ano a ano.

“Durante os últimos doze meses, nossa rede de fibra chegou a mais 65 cidades, adicionando 3,8 milhões de casas passadas. Ao final do trimestre, somamos 18,3 milhões de casas passadas distribuídas em 309 cidades”, destacou.

Aceleração das receitas

A receita líquida da operação móvel viu aceleração anualizada de 3,2% no terceiro trimestre, a R$7,4 bilhões, mas o desempenho foi parcialmente compensado por uma receita de aparelhos 19,8% menor que o registro de um ano atrás.

Os custos da operação caíram 4,6% na base anual e permaneceram sob controle mesmo com a inflação no período, disse a Vivo, ainda que os custos totais recorrentes tenham acelerado anualmente 2,3%, a R$6,6 bilhões, abaixo da inflação, o IPCA-12M, que registrou alta de 10,3%, completou em relatório.

O total de assinantes bateu 97,4 milhões, mais 4% em relação ao mesmo período do ano passado, mas com a receita média por assinante de telefonia móvel caindo 2,5% na base anual, a R$27,80.

Desempenho das ações da Vivo

Os papéis ordinários da Vivo (VIVT3) encerraram o pregão em queda de 0,45%, a R$44,59, e acumulam alta tímida de 0,21% no ano. O Ibovespa teve leve queda de 0,05%, aos 106,3 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações da operadora telefônica e de outras empresas listadas na bolsa brasileira, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Clara Guimarães e Letícia Matsuura
Imagem: Divulgação

Nesta matéria

VIVT3

TELEF�NICA BRASIL S.A

46,88

0,24

+0,51%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.