0

Petrobras: Petróleo e câmbio puxam recordes de lucro e dividendos

empresas

Petrobras: Petróleo e câmbio puxam recordes de lucro e dividendos

A Petrobras reportou lucro líquido de R$31,5 bilhões no quarto trimestre do ano passado, superando com folga o consenso de R$26,8 bilhões

Petrobras: Petróleo e câmbio puxam recordes de lucro e dividendos
luciano-costa-de-paula

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 23 de fevereiro – A disparada nos preços do petróleo e a desvalorização do câmbio puxaram o lucro líquido e os dividendos da Petrobras para patamares recordes no ano passado, acelerando o processo de redução de dívida da estatal e aliviando a necessidade de vender ativos não-essenciais.

A Petrobras reportou lucro líquido de R$31,5 bilhões no quarto trimestre, levando resultado e dividendos totais para o exercício de 2021 a atingirem R$106,7 bilhões e R$101,4 bilhões, respectivamente. A última vez que a maior petroleira da América Latina tinha registrado lucro anual recorde foi em 2019.

O lucro do quarto trimestre superou com folga o consenso TC, de R$26,8 bilhões, impulsionado pela elevação dos preços do petróleo e pelo câmbio favorável às receitas de produção e exportações. Contudo, a linha recuou 47% na base anual, devido a fatores não-recorrentes positivos vistos entre outubro e dezembro de 2020.

A pressão global no preço do petróleo – por conta do conflito entre Rússia e Ucrânia – deve ajudar a Petrobras no início deste ano, enquanto o câmbio mais valorizado pode mitigar parte desse impacto positivo. De acordo com comunicado da estatal, o desempenho em 2021 foi ajudado por vendas de ativos, pelo acordo de coparticipação referente a excedentes da Cessão Onerosa no campo de Búzios e pela reversão de ajustes contábeis.

Com o lucro recorde, a Petrobras aprovou dividendos complementares de R$2,86 por ação, ou R$37,3 bilhões – colocando a remuneração total aos acionistas a R$7,77 por papel no ano.

Ebitda forte

O lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, Ebitda, ficou em R$62,5 bilhões em base recorrente no quarto trimestre, 2,2% abaixo do recorde de R$63,87 visto nos três meses anteriores, apesar de um salto de 78% na base anual. O indicador ficou abaixo do consenso TC, de R$70 bilhões.

No ano, o Ebitda recorrente da Petrobras foi de R$234 bilhões, com alta de 84% frente ao exercício de 2020.

A receita de vendas da Petrobras fechou o último trimestre de 2021 em R$134,2 bilhões, com alta de 79% ano a ano e de 10% ante o trimestre anterior.

A companhia anunciou ainda que atingiu a meta de dívida bruta, de US$60 bilhões, 15 meses antes do previsto, o que permitiu dividendos complementares. Ela fechou o ano com alavancagem medida pela relação entre dívida líquida e Ebitda de 1,1 vez, ante 1,17 vez no trimestre anterior e 2,22 vezes no fim de 2020.

O fluxo de caixa livre da Petrobras no quarto trimestre foi de quase R$42 bilhões, com alta de 39% frente ao mesmo período de 2020 e recuo de 11% ante o terceiro trimestre.

A Petrobras também registrou aumento dos investimentos em 2021, de 9%, para US$8,8 bilhões, “refletindo a melhora do cenário econômico pós fase crítica da pandemia de COVID-19”, segundo o balanço. Nos últimos três meses do ano, foram US$2,6 bilhões, com 57% dos aportes direcionados para expansão.

O valor total de 2021 ficou 12% abaixo do investimento planejado, principalmente pela postergação de atividades relacionadas aos novos sistemas de produção P-71, FPSO Guanabara e FPSO Carioca, além de otimização de gastos exploratórios.

Desempenho das ações da Petrobras

A ação preferencial da Petrobras (PETR4) encerrou o pregão de hoje com ganhos de 1,42%, cotada a R$34,22, enquanto a ordinária (PETR3) teve leve alta de 0,03%, a R$36,28. Porém, o Ibovespa recuou 0,78%, aos 112 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das empresas listadas na bolsa brasileira, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

*Texto atualizado com mais informações

Texto: Luciano Costa
Edição: Gustavo Bonato, Gustavo Boldrini e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / Mover

Nesta matéria

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

28,59

0,60

+2,14%

Relacionadas

PETR3

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

31,11

0,57

+1,86%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.