0

Magazine Luiza prevê margem em patamar pré-pandemia com crédito e publicidade

empresas

Magazine Luiza prevê margem em patamar pré-pandemia com crédito e publicidade

No primeiro trimestre de 2022, a Magazine Luiza registrou prejuízo líquido de R$161,3 milhões, revertendo lucro na base anual

Magazine Luiza prevê margem em patamar pré-pandemia com crédito e publicidade
artur-horta

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 17 de maio – A trajetória global de alta dos juros exigirá rentabilidade de startups e de empresas de tecnologia para a captação de recursos. Por isso, a Magazine Luiza espera que serviços de crédito e anúncios para produtos de terceiros contribuam positivamente para as margens, disse hoje o diretor-presidente da companhia, Frederico Trajano, duante teleconferência de resultados.

No primeiro trimestre de 2022, a varejista registrou prejuízo líquido de R$161,3 milhões, revertendo lucro na base anual, e acima do consenso Mover, que previa perda de R$146 milhões.

Mas a Magazine Luiza obteve margem EBITDA – lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização – de 5% no primeiro trimestre, praticamente o dobro do registrado nos três meses anteriores. Em março, o indicador superou os 6%.

Segundo Trajano, a margem evoluiu em linha com o repasse de preços nas vendas diretas da varejista e deve alcançar o patamar pré-pandemia, na faixa de 8%. O executivo, no entanto, não detalhou em quanto tempo a Magazine Luiza concretizará tal feito.

Presidente do conselho da Magalu, Luiza Trajano está percorrendo o Brasil em uma caravana para trazer pequenos varejistas à plataforma de vendas online. “O futuro do varejo é integrar os microempreendedores ao comércio eletrônico”, reforçou o presidente da empresa.

Trajano previu que, com a chegada de novos vendedores ao marketplace da Magazine Luiza, a divisão de produtos de terceiros, conhecida como 3P, será responsável pela maior parte do volume bruto de mercadorias da companhia.

Perto das 13h15, as ações ordinárias da Magazine Luiza (MGLU3) operavam em queda de 5,62%, cotadas a R$4,20, liderando as quedas percentuais e por pontos do Ibovespa. No mesmo horário, o índice avançava 0,60%.

Texto: Artur Horta
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Vinicius Martins / Mover

Nesta matéria

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

2,21

-0,14

-5,98%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.