0

Investor Day: CSN mira expansão internacional e prevê triplicar capacidade da mineração até 2031

empresas

Investor Day: CSN mira expansão internacional e prevê triplicar capacidade da mineração até 2031

“Esperem uma CSN agressiva para ganhar mercado interno em 2022”, disse Benjamin Steinbruch,ressaltando que priorizará penetração no exterior

Investor Day: CSN mira expansão internacional e prevê triplicar capacidade da mineração até 2031
artur-horta

Atualizado há 8 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 8 de dezembro – A CSN buscará fazer novas aquisições mantendo a alavancagem baixa e estuda projeto greenfield nos Estados Unidos. “Esperem uma CSN agressiva para ganhar mercado interno em 2022”, ressaltou o diretor-presidente, Benjamin Steinbruch, no investor day da empresa. Ele também disse que priorizará a penetração no mercado externo, destinando US$3 bilhões para aquisições.

Segundo Steinbruch, a CSN teve em 2021 o melhor de seus 80 anos de história, e o baixo patamar de endividamento líquido adquirido tornou-se a bandeira da companhia para os próximos anos.

Embora pouco percebida, a companhia passa também por uma quarta revolução industrial, disse Steinbruch, citando a modernização dos processos, eletrificação da frota e investimentos em automação da CSN, que avalia a criação de uma diretora de tecnologia.

O diretor comercial Luis Fernando Martinez projeta que o consumo aparente de aços planos cresça 5% no mercado doméstico em 2022. O de aços longos deve subir 6%, puxado pela demanda de caminhões, automóveis e linha amarela. Em relação à expansão internacional, Martinez disse que “está tudo preparado para a CSN trabalhar forte nos Estados Unidos”.

CSN Mineração

A CSN Mineração espera que a redução das restrições à produção de aço na China e o baixo crescimento de oferta sustentem o minério de ferro entre US$100 e US$120 por tonelada.

A companhia prevê ganhos de US$4,5 por tonelada com novos projetos de minério pellet feed, de maior qualidade, e triplicará a capacidade de produção até 2031, informou Pedro Oliva, diretor de relações com investidores da unidade.

Após aquisição da Elizabeth Cimentos, nova CSN Alhandra e LafargeHolcim, ainda não aprovada pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica, Cade, a companhia triplicou a capacidade em cimentos e disse estar otimista pelos preços em 2022, com obras de infraestrutura e residencial estruturado.

A CSN também quer ter 100% de autogeração de energia elétrica de fontes renováveis até 2027, segundo o diretor financeiro Marcelo Ribeiro.

ESG no radar

Helena Guerra, diretora de ESG, informou que a siderúrgica vai investir R$5 bilhões em projetos ESG até 2035. A unidade de mineração terá apenas uma barragem não descaracterizada em 2026, e será neutra em carbono até 2044.

Entre os projetos, a diretoria destacou investimentos em startups de hidrogênio, resinas, grafeno, construção civil, crédito agrícola e energia limpa.

Desempenho das ações da CSN

Perto das 13h55, as ações ordinárias da siderúrgica (CSNA3) operavam em leve alta de 0,04%, a R$24,42. Já os papéis ordinários da CSN Mineração (CMIN3) avançavam 0,76%, a R$6,59. Em 2021, as empresas acumulam desvalorização de 20,13% e 24,51%, respectivamente. No mesmo horário, o Ibovespa subia 0,36%, aos 107,9 mil pontos.

Para acompanhar o desempenho das ações dessas e de outras empresas listadas na bolsa brasileira, basta acessar o TC Matrix, ferramenta gratuita do TC.

Texto: Artur Horta
Edição: Lucia Boldrini e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / Mover

Nesta matéria

CSNA3

CIA SIDERURGICA NACIONAL

16,50

0,69

+4,38%

Relacionadas

CMIN3

CSN MINERA��O S.A.

3,90

0,03

+0,77%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.