0

Eletrobras não vê privatização afetada por discussões sobre usina de Santo Antônio

empresas

Eletrobras não vê privatização afetada por discussões sobre usina de Santo Antônio

A estatal Eletrobras registrou lucro líquido de R$2,7 bilhões no primeiro trimestre, alta de quase 70% ante mesmo período de 2021

Eletrobras não vê privatização afetada por discussões sobre usina de Santo Antônio
luciano-costa-de-paula

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 17 de maio – O processo de privatização da Eletrobras não tem relação com problemas enfrentados pela hidrelétrica de Santo Antônio, na qual a companhia é acionista, e essas questões não afetarão o cronograma da desestatização, disse hoje o diretor-presidente da estatal, Rodrigo Limp, durante teleconferência de resultados.

Sindicatos e associações de trabalhadores da Eletrobras entraram com denúncia junto à reguladora do mercado americano, a SEC, alegando que a estatal teria ocultado informações sobre a necessidade de aporte de recursos em Santo Antônio. “Naturalmente, quando demandados, vamos apresentar o que a companhia fez, temos bastante segurança dos procedimentos adotados”, afirmou Limp.

A Santo Antônio Energia, que controla a usina de Santo Antônio, precisa de um aporte de até R$1,5 bilhão. Se outros acionistas não entrarem com recursos, a Eletrobras pode acabar se tornando a principal sócia por meio da subsidiária Furnas, o que poderia exigir consolidação de dívidas do empreendimento em seu balanço.

No primeiro trimestre deste ano, a estatal registrou lucro líquido de R$2,7 bilhões, alta de quase 70% ante mesmo período de 2021.

O atual endividamento da Eletrobras é “confortável”, com alavancagem medida pela relação entre dívida líquida e geração de caixa de uma vez, ante limite de 2,5 vezes definido no plano de negócios da companhia, disse Limp. Ele não projetou eventuais impactos em caso de consolidação de Santo Antônio.

A Eletrobras mantém o cronograma previsto para sua privatização, com conclusão até junho. Pelas regras da SEC, a operação precisaria ocorrer até agosto para usar dados do balanço do primeiro trimestre, divulgado ontem pela companhia. Se não for realizada até lá, a transação teria que usar números do balanço do segundo trimestre.

“Entendemos que o melhor cenário para que a operação ocorra é no menor prazo possível, pela janela de mercado”, disse Limp. Ele comentou que fatores como as férias no Hemisfério Norte e a proximidade das eleições de outubro poderiam impactar negativamente o interesse pela desestatização se ela ocorrer mais adiante.

O Tribunal de Contas da União avaliará o processo de privatização da Eletrobras amanhã. A companhia aguarda a deliberação para entender como seguir com o processo. Mesmo que aprove a operação, a Corte pode fazer determinações ou recomendações que exigiriam ajustes, demandando algum prazo adicional.

Após análise da decisão do TCU, a Eletrobras precisará publicar uma versão atualizada de seu relatório de referência e um documento com informações sobre a oferta de ações que levará à privatização da companhia, o chamado prospecto preliminar. Depois disso, a companhia deve realizar reuniões com potenciais interessados em participar da privatização.

O TCU deverá aprovar amanhã um preço mínimo para as ações da Eletrobras na oferta de ações prevista na desestatização da companhia. Mas esse valor não será divulgado ao público, disse a diretora financeira da estatal, Elvira Presta, também presente na teleconferência. “Nós não temos conhecimento”, afirmou ela, acrescentando que esse valor será divulgado mais à frente.

Texto: Luciano Costa
Edição: Allan Ravagnani e Stéfanie Rigamonti
Imagem: Vinícius Martins / Mover

Nesta matéria

ELET3

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

45,84

-0,35

-0,75%

Relacionadas

ELET6

CENTRAIS ELET BRAS S.A. -...

46,50

-0,20

-0,42%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.