0

Cade aprova compra da Extrafarma pela Pague Menos

empresas

Cade aprova compra da Extrafarma pela Pague Menos

O Cade acatou a operação, que movimentou R$700 milhões e foi anunciada em 2021, mas determinou a venda de até 8 lojas da Extrafarma

Cade aprova compra da Extrafarma pela Pague Menos
maria-luiza

Atualizado há 14 dias

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 22 de junho – O Tribunal do Conselho Administrativo de Defesa Econômica aprovou hoje a aquisição da rede Extrafarma, do Grupo Ultra, pela Pague Menos, condicionada a desinvestimentos.

Em maio, a Superintendência do Cade recomendou a aprovação do negócio, decretando como remédio a venda de seis a oito lojas da Extrafarma em cidades com menos de 200 mil habitantes no Nordeste para uma rede regional, o equivalente a cerca de 3% das unidades.

Segundo o jornal O Globo, a rede local Bruno Farma demonstrou interesse em cinco lojas da Extrafarma no Ceará, duas no Maranhão e uma no Rio Grande do Norte.

A operação de R$700 milhões, anunciada em maio de 2021, deverá trazer quase 400 lojas ao portfólio da Pague Menos – que planeja abrir mais 120 unidades neste ano.

Após a expansão, a companhia terá uma carteira de cerca de 1.600 lojas e, ainda segundo O Globo, se tornará a segunda maior rede de farmácias do país, atrás da DPSP, dona das redes Drogaria São Paulo e Pacheco.

“Esse tamanho nos dará muita força comercial para negociar com fornecedores”, explicou diretor financeiro da Pague Menos Luz Novais a analistas da Benndorf Research em transmissão ao vivo pelo YouTube ontem à noite.

“Essa aquisição também nos dará acesso aos centros de distribuição que a Extrafarma tem no Norte do país, onde não temos presença forte, complementando nossa malha logística e possibilitando um aumento de rentabilidade”, completou.

Segundo Novais, a expectativa a partir da aprovação é de um ganho de EBITDA entre R$180 milhões e R$275 milhões por ano, sendo 40% desse montante no primeiro ano, 40% no segundo e os 20% restantes no primeiro semestre do terceiro.

A Pague Menos irá pagar R$350 milhões à proprietária da Extrafarma, a Ultrapar, após a aprovação da operação. O restante será pago em duas parcelas anuais.

Perspectivas com compra da Extrafarma

Com a transação e o plano de expansão, o endividamento da Pague Menos, atualmente em 1,5 vez, deve chegar ao patamar de 2,6 vezes. “A meta é retornar a 1,5 vez até o fim de 2024”, afirmou Novais na live de ontem.

Apesar da perda de margem da Pague Menos nos últimos dois trimestres, Novais destacou a visão de médio e longo prazo positiva para o varejo farmacêutico, que vende itens essenciais e, portanto, consegue se proteger do ambiente macroeconômico deteriorado. Ele ainda ponderou cautela nos planos de expansão da Pague Menos em 2023 e disse que avalia o cenário econômico.

Novais descartou a compra de mais redes farmacêuticas. “A Pague Menos segue atenta a potenciais parceiras, empresas que endereçam problemas de saúde”, completou.

Texto: Maria Luiza Dourado
Edição: Gabriela Guedes
Imagem: Divulgação
Comentários: [email protected]

Nesta matéria

UGPA3

ULTRAPAR PARTICIPACOES S....

11,82

0,08

+0,68%

Relacionadas

PGMN3

EMPREENDIMENTOS PAGUE MEN...

4,88

0,68

+16,19%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.