0

Ações recomendadas: otimismo volta em fevereiro, com foco em valor

empresas

Ações recomendadas: otimismo volta em fevereiro, com foco em valor

A Vale é a estrela da lista de ações recomendadas em fevereiro, refletindo busca por proteção à inflação e à alta dos juros pelo mundo

Ações recomendadas: otimismo volta em fevereiro, com foco em valor
gustavo-cunha-boldrini

Atualizado há 5 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 1 de fevereiro – A Bolsa de Valores brasileira voltou a ser alvo de compras do estrangeiro em janeiro e trouxe para as carteiras de ações recomendadas por corretoras e bancos de investimento para o mês de fevereiro um velho conhecido que andou sumido durante o segundo semestre: o otimismo.

O ânimo renovado em relação ao mercado brasileiro, ao menos até que a disputa eleitoral se intensifique, dá o tom à maioria das 20 carteiras recomendadas compiladas pela Mover para o segundo mês do ano.

Pelo terceiro mês consecutivo, a ação ordinária da Vale (VALE3) é a estrela maior da lista, com 16 indicações, refletindo o apetite do investidor por papéis ligados às commodities metálicas e a busca por papéis descontados e que tragam proteção em relação à inflação e à alta dos juros pelo mundo – em especial nos Estados Unidos.Vale lidera ações recomendadas

“Acreditamos que a tese da Vale pode evoluir bem em 2022. A administração continua altamente disciplinada na alocação de capital, o que ainda implica que a maior parte da agenda deve envolver retornos de dividendos”, diz o BTG Pactual em relatório.

“Também acreditamos que a Vale continuará apresentando um progresso tangível na frente ESG – sigla usada para políticas voltadas ao meio ambiente, responsabilidade social e governança – removendo o desconto excessivo atualmente atribuído ao preço de suas ações”, continuam os analistas do BTG.

Segundo o banco, os múltiplos da Bolsa brasileira continuam “muito atrativos”, o que implica uma adição de risco ao portfólio. “Os múltiplos são atraentes mesmo em um cenário de taxas de juros reais de longo prazo muito altas”, diz a equipe de analistas chefiada por Carlos Sequeira.

Outras ações recomendadas

Dentre as petroleiras, destaque para Petrobras (PETR4)e PetroRio (PRIO3), com seis menções cada, e para a novata 3R Petroleum (RRRP3), que entrou em quatro portfólios de uma vez.

O Safra, que incluiu o papel da 3R em sua carteira, cita as oportunidades de aquisição de campos maduros, incluindo a recente compra do Polo Potiguar junto à Petrobras, e a expectativa do barril de petróleo a patamares altos.

A busca por empresas sólidas e com histórico de lucros consistentes leva o Itaú Unibanco (ITUB4) de volta à segunda colocação da lista de ações recomendadas, com 10 menções nas carteiras.

O maior banco comercial da América Latina voltou a ostentar o título de instituição financeira com maior valor de mercado do continente, e deve se manter resiliente ao cenário macroeconômico mais complicado esperado pelos analistas para este ano.

“Nossa expectativa é de um crescimento da carteira de crédito do Itaú em 9% na base anual em 2022, enquanto o custo do risco de crédito deverá permanecer estável, por volta de 3%, abaixo dos níveis pré-pandemia”, diz o Santander Investment em relatório.

O papel ordinário da Weg (WEGE3) também é destaque com sete menções. Segundo a Ágora, a companhia oferece “forte geração de receitas” e exposição estratégica aos segmentos de geração, transmissão e distribuição de energia.

No varejo, Lojas Renner (LREN3) foi a mais mencionada, em seis carteiras, com expectativa positiva para o balanço do quarto trimestre.

“Nossos canais de verificação sugerem que a demanda da companhia permaneceu consistente ao longo do trimestre, o que vemos como positivo para o impulso em 2022. Também destacamos a Renner como resiliente em um ambiente macro mais difícil”, diz a Ágora.

Já o combalido setor de e-commerce, que ainda sofre com incertezas e a forte concorrência de atores estrangeiros, tem presença praticamente nula nas carteiras do mês – Via (VIIA3) teve duas menções, enquanto Magazine Luiza (MGLU3) e Americanas (AMER3) não entraram em nenhum dos 20 portfólios.

Texto: Gustavo Boldrini
Edição: Renato Carvalho e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / Mover

Nesta matéria

VALE3

VALE S.A.

75,15

-1,46

-1,90%

Relacionadas

RRRP3

3R PETROLEUM �LEO E G�S S...

35,59

0,44

+1,25%

WEGE3

WEG S.A.

26,50

0,05

+0,18%

AMER3

AMERICANAS S.A

12,73

-0,70

-5,21%

LREN3

LOJAS RENNER S.A.

23,10

0,48

+2,12%

ITUB4

ITAU UNIBANCO HOLDING S.A...

22,86

0,19

+0,86%

PRIO3

PETRO RIO S.A.

22,09

0,11

+0,50%

PETR4

PETROLEO BRASILEIRO S.A. ...

28,59

0,60

+2,14%

VIIA3

VIA S.A

1,89

-0,03

-1,56%

MGLU3

MAGAZINE LUIZA S.A.

2,21

-0,14

-5,98%

Powered by

Análise de Investimentos

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.