0

Deutsche Bank vê chances de mais quedas das criptomoedas

criptoativos

Deutsche Bank vê chances de mais quedas das criptomoedas

As criptomoedas não têm modelos de precificação como os do mercado de ações, o que torna difícil a estabilização das cotações, disse o banco

Deutsche Bank vê chances de mais quedas das criptomoedas
nicolas-meireles-nogueira

Atualizado há cerca de 2 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 29 de junho – As criptomoedas podem continuar em tendência de queda devido à sua complexidade, fragmentação e ausência de modelos de preço confiáveis, segundo relatório do Deutsche Bank.

Para o banco alemão, os criptoativos não possuem modelos de avaliação e precificação como aqueles do mercado de ações, o que torna difícil a estabilização das cotações. Além disso, as criptomoedas estão sujeitas a negociações especulativas que envolvem múltiplos tokens, o que pode derrubar vários ativos ao mesmo tempo.

Em outro tópico, a entidade afirma que a liquidez no mercado de criptomoedas pode evaporar rapidamente, influenciada pelas decisões do Federal Reserve, o banco central americano. Finalmente, o Deutsche Bank vê vulnerabilidades no setor devido à possível recessão nos Estados Unidos e ao pessimismo dos investidores com o cenário macroeconômico.

Perto das 12h45, o Bitcoin caía 2,86% nas última 24 horas na Coinbase, negociado a R$20 mil. O ativo acumula prejuízo de 57,37% em 2022 e de mais de 70% desde novembro de 2021, quando atingiu a máxima histórica de US$69 mil. Desde novembro, o mercado cripto perdeu cerca de US$2 trilhões em liquidez.

Texto: Nicolas Nogueira
Edição: Allan Ravagnani
Imagem: Vinicius Martins / Mover
Comentários: [email protected]

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.