0

Bitcoin deve renovar máxima em 2022, diz presidente do banco SEBA

criptoativos

Bitcoin deve renovar máxima em 2022, diz presidente do banco SEBA

O Bitcoin deve atingir até US$75 mil em 2022, disse Guido Buehler, mas, para isso, a moeda precisa valorizar 75% a partir da cotação atual

Bitcoin deve renovar máxima em 2022, diz presidente do banco SEBA
nicolas-meireles-nogueira

Atualizado há 7 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 11 de janeiro – Para Guido Buehler, diretor-presidente do banco SEBA, o Bitcoin deve atingir até US$75 mil em 2022, ultrapassando o recorde de US$69 mil imposto em novembro do ano passado, conforme dito numa conferência em Saint Moritz, na Suíça.

Para que isso ocorra, a moeda tem que valorizar mais de 75% em relação ao preço atual de US$42.780 perto das 15h45. Na visão de Buehler, a renovação do recorde será possível devido ao aumento do interesse dos investidores institucionais no Bitcoin.

O SEBA Bank foi a primeira empresa a obter licença para oferecer serviços com criptoativos na Suíça, em 2019. Ontem, a entidade anunciou a arrecadação de US$119 milhões, na sua última rodada de investimentos, para expandir seus serviços no Oriente Médio e na Ásia.

Riscos em investir em criptomoedas

Apesar da atratividade e de sua crescente demanda, o Bitcoin possui muita volatilidade. Sua cotação tem grandes flutuações em curtos períodos de tempo, parte do motivo de ainda não ter decolado como meio de pagamento global. Algumas corporações, porém, passaram a aceitar e investir em criptomoedas neste ano. 

Além disso, os movimentos erráticos de mercado, a possibilidade de roubo de registros de criptomoedas por hackers e a suspeita de manipulação de mercado também fazem parte do risco do investimento.

Muitas operações envolvendo criptomoedas são realizadas de forma não regulamentada, com riscos operacionais e regulatórios. É possível encontrar diversos casos em que o dinheiro simplesmente some, é roubado por um hacker ou o investidor sofre um golpe financeiro.

Por outro lado, o risco de controle da moeda por meio do governo com medidas regulatórias ao passo que as criptomoedas ganham notoriedade pode afastar investidores.

O que é Bitcoin?

O Bitcoin foi criado em 2009, sendo a primeira criptomoeda. A moeda virtual foi criada para o envio e recebimento de valores online sem limitações de território ou quantia. Ela pode ser usada também como reserva de valor e é independente do atual mercado financeiro.

Com a crescente demanda, foram criados os fundos das criptomoedas, com o objetivo de diversificar a carteira e atrair mais investidores. O primeiro registrado na bolsa brasileira foi o HASH11, amplamente baseado no Bitcoin e no Ethereum, além de conter a Stellar, o Litecoin, o Bitcoin Cash e o Chainlink. Para entender mais, leia o artigo sobre Bitcoin da TC School.

Texto: Nicolas Nogueira
Edição: Guilherme Dogo e Letícia Matsuura
Imagem: Vinícius Martins / Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.