0

Bitcoin cai mais de 5% com ameaça de guerra no Leste Europeu

criptoativos

Bitcoin cai mais de 5% com ameaça de guerra no Leste Europeu

Tensão entre Rússia e Ucrânia é o principal motivo para a queda do Bitcoin, diz o especialista em criptoativos do TC Paulo Boghosian

Bitcoin cai mais de 5% com ameaça de guerra no Leste Europeu
beatriz-cantadori

Atualizado há 4 meses

Ícone de compartilhamento

São Paulo, 17 de fevereiro – O Bitcoin registra uma queda expressiva nesta quinta-feira, depois das altas observadas nas duas últimas semanas. O movimento se deve às crescentes ameaças de guerra no Leste Europeu, com a tensão ao redor de uma possível invasão da Ucrânia pela Rússia.

Perto das 16h30, o ativo recuava de 7,14% em 24 horas na Binance, perdendo o patamar dos US$42 mil, após rondar os US$45 mil nos últimos dias.

Segundo o especialista em criptomoedas do TC, Paulo Boghosian, apesar de declarações recentes de pacificação por parte da Rússia, o que se observa agora é o país se preparando para um ataque, o que faz os mercados recuarem.

Além disso, outro motivo para o movimento de hoje é a alta volatilidade dos criptoativos em relação a outras classes de ativos, por isso é comum que as quedas sejam maiores.

Apesar disso, Boghosian não considera o recuo de hoje tão preocupante, pois o Bitcoin continuou sendo negociado na sua faixa de preços, entre US$40.000 e US$44.000, e ainda não perdeu seu principal suporte.

Atualmente, com o mercado mais maduro e a chegada de cada vez mais investidores institucionais, o Bitcoin não tem uma volatilidade tão alta como antes, e uma desvalorização de mais de 5% já é considerada expressiva.

Texto: Beatriz Lauerti
Edição: Stéfanie Rigamonti e Alan Ravagnani
Arte: Vinícius Martins/ Mover

relatorios
image

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.