Como calcular o valor intrínseco de uma ação?

Como calcular o valor intrínseco de uma ação?

lucas-nogueira

11 OUT

5 MIN

Como calcular o valor intrínseco de uma ação?

Como calcular o valor intrínseco de uma ação? Quer aprender sobre análise fundamentalista, mas não sabe por onde começar? Esse artigo apresenta a definição básica, um resumo das principais técnicas, o conceito de valor intrínseco e se isso tudo é indicado para o seu perfil de investidor.

Análise Fundamentalista

Valor intrínseco de uma ação

A Análise Fundamentalista agrega um conjunto de métodos quantitativos e qualitativos na busca por definir o valor intrínseco de uma ação. Neste tipo de análise, são considerados os fatores macroeconômicos, como as perspectivas de crescimento do país, fatores setoriais, como o nível de atividade industrial, e as características especificas das empresas, como a sua rentabilidade, decisões de financiamento e investimento.

No final, o objetivo é obter um número que o investidor possa comparar tanto com o preço atual da ação (Valor de Empresa A vs. Preço da Empresa A), quanto comparar com outras ações com características similares (Valor da Empresa A vs. Setor de atuação). 

A Análise Fundamentalista busca verificar se a ação está subavaliada ou supervalorizada como base em um valor intrínseco. Se o valor obtido na análise for maior que o preço atual, existe um indício de que a ação está subavaliada. Isso indicaria a compra da ação. Por outro lado, se o valor obtido for menor que o preço atual, existe um indício de que a ação está supervalorizada. Neste caso, o investidor poderia não comprar a ação ou vendê-la.

As técnicas de avaliação fundamentalista

As técnicas de avaliação fundamentalista podem ser classificadas em dois grandes grupos:

A primeira forma de avaliação é conhecida como Desconto de Fluxo de Caixa (DFC). Nela o investidor projetará os fluxos de caixa futuros da empresa e trazê-los ao valor presente usando uma taxa que represente o retorno exigido. Este tipo de avaliação costuma ser mais complexa. Uma variação mais simples é adotada para o caso das ações pagadoras de dividendos, como o modelo de desconto de dividendos.

A segunda forma de avaliação é conhecida como Análise Relativa ou Análise por Múltiplos. Nesta análise o investidor poderá fazer uma avaliação da empresa ao compará-la com outras do mesmo setor ou com características semelhantes. Tal avaliação pode ser mais simples (subjetiva) ou pode ser feita com uso de técnicas estatísticas (mais complexo).

É importante lembrar que ao iniciar o estudo da análise fundamentalista, é necessário ter um conhecimento básico de contabilidade financeira e matemática financeira. Principalmente, saber ler o balanço patrimonial e a demonstração de resultados do exercício (DRE).

Valor intrínseco

Na primeira parte deste artigo, falamos que a Análise Fundamentalista busca encontrar uma estimativa do Valor Intrínseco da ação para compará-lo com o preço atual da ação. Mas o que é o valor intrínseco?

Valor intrínseco é o valor percebido ou calculado de uma empresa (OBS: esse conceito também pode ser aplicado para o caso de opções) por meio da projeção dos determinantes do valor daquela empresa. 

Valor intrínseco também é um conceito central para os investidores em valor (Value Investing) que procuram descobrir oportunidades “ocultas” de investimento ou barganhas.  

Como calcular o valor intrínseco

Exemplos:

O objetivo de uma empresa com fins lucrativos é gerar valor para os acionistas, que implica aumento dos preços (ou valor de mercado) que as ações estão sendo negociadas. O aumento do valor das ações virá de vários fatores, como:

  1. O Ambiente Macroeconômico. Como a empresa é afetada por variações no PIB, Inflação, taxas de Juros e Câmbio?
  2. O Ambiente Setorial. Qual é o tamanho da empresa no seu mercado de atuação? Qual é a sua relação com a concorrência? Quais são as perspectivas do setor?
  3. As decisões em nível de empresa. Como a empresa financia seus projetos? Como a empresa investe? Como a companhia distribui capital? 

Em resumo, todos esses fatores devem convergir para aumentar os fluxos de caixa da empresa, tanto os de hoje, quanto os fluxos de caixa dos vários anos futuros. Uma Análise Fundamentalista bem feita, agregará estes fatores para obter uma estimação do valor fundamentada do valor das ações, de modo que o investidor possa tomar a decisão de comprar, manter ou vender as ações de uma determinada empresa. 

Neste caso, se a ferramenta escolhida for algum tipo de desconto dos fluxos de caixa, o investidor agregará os dados e fará estimativas quanto aos fluxos de caixa futuros. Em seguida, ele irá trazer esses fluxos de caixa ao valor presente, usando o processo de desconto da matemática financeira, usando uma taxa que captura o risco da empresa e comparar o valor estimado com o preço corrente das ações.

Por outro lado, o investidor pode tentar estimar o valor justo da empresa de forma mais subjetiva. Neste tipo de análise, o investir busca selecionar empresas com bons indicadores (boa saúde econômico-financeira) e que ao mesmo tempo estejam baratas. Isso é feito definindo vários critérios de exclusão e ranqueamento. Veja um exemplo baixo:

 

No exemplo acima, o investidor escolheu algumas métricas de desempenho para ranquear as empresas (crescimento das receitas e ROE) com o setor. Em seguida, ele comparou as empresas restantes usando métricas de lucro para definir possíveis superavaliações ou subavaliações. Este tipo de análise é conhecida como análise relativa ou análise por múltiplos

Perfil do Investidor Fundamentalista

Para quem a Análise Fundamentalista se destina? Este tipo de análise é ideal para investidores de longo prazo, que gostam de analisar contabilidade, economia e matemática. Como pode ser visto, uma boa análise fundamentalista requer tempo para o seu desenvolvimento, incluindo a leitura das demonstrações contábeis, dados operacionais, relatórios de administração etc.

Vale lembrar que a Análise Fundamentalista é baseada em dados contábeis e econômicos, mas as projeções realizadas são baseadas em estimativas feitas pelos investidores.

O valor intrínseco não é observado pelo investidor e vai variar conforme as premissas das suas projeções. O grande desafio é juntar dados e informações que garantam maior segurança nas suas projeções e que permitam atingir uma boa margem de segurança no investimento, evitando empresas ruins e de baixa qualidade.

TC School no YouTube

Assista a seguir, aula especial do TC Start sobre “Valuation por Fluxo de Caixa Descontado“, com os professores Arlindo Souza e André Musso:

Viu como estudar e conhecer mais sobre análise fundamentalista pode ser esclarecedor e vantajoso para os seus investimentos?

O canal no Youtube do TC School tem conteúdo para você aprender, de forma fácil e rápido, tudo o que você precisa saber antes de começar a investir.

Legal, não é? A gente também está no Instagram e no TikTok! Segue a gente lá!

Analista de conteúdo do TC School

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.