IAGRO: o Índice Agronegócio da B3

IAGRO: o Índice Agronegócio da B3

lucas-cotrim

23 JUN

5 MIN

IAGRO: o Índice Agronegócio da B3

A bolsa de valores do Brasil (B3) anunciou em maio de 2022 a criação de um novo índice para acompanhar o desempenho das empresas do agronegócio: o Índice Agro Free Float Setorial (IAGRO B3).

O IAGRO é a denominação dada para o índice ligado ao agronegócio. Sua carteira é composta por ações e units de empresas listadas na categoria Agronegócio, de forma a tentar servir como uma referência para esses ativos.

Neste artigo, vamos conhecer mais a fundo como funciona o índice, passando pelos seguintes pontos:

  • Quais ações compõem o IAGRO?
  • Como é calculado o peso de cada ativo no índice?
  • Como o IAGRO pode ser usado?
  • Benefícios do IAGRO
  • Conclusão

Boa leitura!

Quais ações compõem o IAGRO?

O Índice Agro Free Float Setorial (IAGRO B3) é mais abrangente do que se imagina inicialmente. Isso porque, além de conter companhias associadas ao agro, também contém empresas ligadas à agroindústria, que é fortemente impactada pela oscilação de seus insumos.

Sendo assim, existem regras necessárias para que uma ação possa ser enquadrada no índice. Dentre elas, podemos citar:

  • Não ser considerada uma penny stock;
  • Ter movimentações durante os pregões; e
  • Estar dentro dos critérios de empresas agro da B3.

Além disso, também é interessante mencionar que as ações com ligação mais direta ao agronegócio recebem um peso maior na carteira em relação a empresas com conexão mais indireta.

Do mesmo modo, ativos como BDRs, ou outros em alguma situação especial de listagem, não são adicionados, mesmo que se encaixem nos critérios para serem inclusos.

A carteira do IAGRO B3 é composta por 32 ativos:

  1. JBS (JBSS3) – 7,439% (Setor primário)
  2. SUZANO (SUZB3) – 7,439% (Setor primário)
  3. AMBEV (ABEV3) – 6,220% (Agroindústria)
  4. COSAN (CSAN3) – 6,220% (Agroindústria)
  5. KLABIN (KLBN11) – 6,101% (Setor primário)
  6. BRF (BRFS3) – 5,614% (Setor primário)
  7. RUMO S.A. (RAIL3) – 4,933% (Agrosserviços)
  8. SAO MARTINHO (SMTO3) – 3,879% (Setor primário)
  9. MARFRIG (MRFG3) – 3,857% (Setor primário)
  10. SLC AGRICOLA (SLCE3) – 3,494% (Setor primário)
  11. DEXCO (DXCO3) – 3,266% (Setor primário)
  12. ASSAI (ASAI3) – 3,246% (Agrosserviços)
  13. MINERVA (BEEF3) – 3,182% (Setor primário)
  14. RAIZEN (RAIZ4) – 3,087% (Agroindústria)
  15. BRASILAGRO (AGRO3) – 2,821% (Setor primário)
  16. 3 TENTOS (TTEN3) – 2,660% (Setor primário)
  17. JALLESMACHADO (JALL3) – 2,644% (Setor primário)
  18. CAMIL (CAML3) – 2,644% (Setor primário)
  19. IRANI (RANI3) – 2,587% (Setor primário)
  20. BOA SAFRA (SOJA3) – 2,571% (Setor primário)
  21. CARREFOUR BRASIL (CRFB3) – 2,446% (Agrosserviços)
  22. AREZZO (ARZZ3) – 2,384% (Agroindústria)
  23. M. DIAS BRANCO (MDIA3) – 1,647% (Agroindústria)
  24. VAMOS (VAMO3) – 1,400% (Agrosserviços)
  25. PÃO DE AÇÚCAR – CBD (PCAR3) – 1,303% (Agrosserviços)
  26. ARMAC (ARML3) – 1,157% (Agrosserviços)
  27. HIDROVIAS (HBSA3) – 1,136% (Agrosserviços)
  28. GRUPO MATEUS (GMAT3) – 1,086% (Agrosserviços)
  29. RANDON PART (RAPT4) – 1,021% (Agrosserviços)
  30. KEPLER WEBER (KEPL3) – 0,981% (Agrosserviços)
  31. TUPY (TUPY3) – 0,910% (Agrosserviços)
  32. RECRUSUL (RCSL3) – 0,626% (Agrosserviços)

Como é calculado o peso de cada ativo no índice?

A ponderação das ações é feita através de uma média entre o valor de mercado da empresa e um valor que representa o subsetor da empresa. Ou seja, alguns subsetores vão receber valores maiores do que outros para critérios de cálculo no índice.

Nesse sentido, segundo a metodologia oficial divulgada pela B3, empresas do setor primário recebem peso 4, enquanto “insumos” recebem peso 3, “agroindústrias” peso 2 e “agrosserviços” recebem peso 1.

Como o IAGRO pode ser usado?

Fazer cestas teóricas de ativos é uma prática que gera diversos benefícios, como tentar avaliar o retorno histórico de ativos com algumas características em comum.

Sendo assim, essa prática de reunir os ativos em índices do tipo também é muito útil quando vemos os mesmos sendo usados como referências para ETFs, que buscam apenas replicar a carteira de índices.

Assim, com a criação do IAGRO, surgiram algumas opções no mercado que buscam replicar a composição do índice. Dessa forma, permitem que o pequeno investidor acesse de maneira bem diversificada ações do setor, mesmo quando possuem pouco capital.

Juntamente com isso, cabe ressaltar que, conforme os pesos dos ativos mudam no índice, ocorre rebalanceamento na composição dessa cesta de ativos e, por isso, ao longo do tempo há mudanças geralmente sutis na composição de cada ETF.

Benefícios do IAGRO

Sobretudo, ao se criar ativos com essa característica, maiores volumes de recursos tendem a ser destinados para o agronegócio. Isso porque muitos recursos vão ser empregados a produtos com vinculação ao IAGRO, estimulando as operações do setor.

Além disso, cabe ressaltar que o agronegócio possui uma participação expressiva no PIB brasileiro. Assim, encontrar formas para captar recursos é benéfico não só para o setor, mas também para a economia nacional.

A criação de um número cada vez maior de índices de referência marca o crescimento e amadurecimento do mercado de capitais brasileiros, que sempre busca atender as demandas crescentes dos investidores, sejam eles pessoas físicas ou investidores institucionais.

É de se imaginar que a bolsa brasileira tende a acompanhar um movimento que é muito comum nos mercados do exterior, gerando cada vez mais índices de referência para, assim, ser capaz de facilitar o processo de investimento em setores cada vez mais específicos.

Conclusão

Com o crescimento do mercado de capitais nacional, é bem provável que cada vez mais formas de classificar os ativos sejam criadas. Com isso, tornar o processo de investimento cada vez mais sofisticado, porém de fácil entendimento para o investidor iniciante.

Isso porque os pequenos investidores têm chamado cada vez mais atenção do mercado, que visa formas de captar esse perfil de cliente.

Portanto, precisa achar maneiras de prestar melhores serviços para atender as demandas tanto dos pequenos clientes quanto dos de grande porte.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

Além disso, também estamos no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Graduando em Engenharia de Materiais (UFF) | Coordenador de Marketing na Liga de Mercado Financeiro da UFF-VR

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.