Eletrobras: Saiba como usar o FGTS na compra das ações

Eletrobras: Saiba como usar o FGTS na compra das ações

lincoln-silva-2

19 MAI

5 MIN

Eletrobras: Saiba como usar o FGTS na compra das ações

Em sessão realizada no dia 18 de maio de 2022, o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou a privatização da Eletrobras por 7 votos a favor e 1 contra. Essa foi a segunda etapa do processo, tendo em vista que a primeira já havia sido aprovada em fevereiro.

O debate na segunda etapa se dedicou ao modelo de venda incluindo os valores das ações que serão negociadas na bolsa de valores.

A partir de agora, o governo deverá protocolar os pedidos de registro de oferta pública de ações da Eletrobras na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e de ADRs na SEC (comissão de valores mobiliários dos EUA).

Além disso, será necessário uma reunião entre os acionistas para aprovar as contas e a divulgação dos relatórios financeiros. O objetivo do governo federal é concluir todas as etapas até o mês de agosto.

Privatização da Eletrobras (ELET3)

No processo de privatização da Eletrobras, a União deverá ter sua participação diluída com a emissão de novas ações na bolsa de valores. Atualmente, o governo possui 72,33% do capital votante da empresa, percentual que será reduzido para 45%.

Em dezembro de 2021, o governo estabeleceu a faixa de valores entre R$22 bilhões e R$26 bilhões para a emissão das ações. Com isso, o governo receberia algo nessa faixa referente a parcela da companhia que será vendida.

Além disso, acionistas só poderão votar com 10% do seu capital, independente do tamanho que eles terão na companhia. Dessa forma, a Eletrobras será uma empresa sem controlador definitivo.

É importante ressaltar que a Eletronuclear (que controla as usinas de Angra) e a Itaipu Binacional permanecerão no controle da União, ou seja, não vão fazer parte do processo de privatização da Eletrobras, além da continuidade dos programas setoriais.

Isso ocorre devido há um impedimento constitucional que proíbe a privatização dessas companhias. A Eletronuclear possui atividades de monopólio da União, enquanto a Itaipu é uma empresa binacional, com o Paraguai sendo sócio do governo brasileiro.

Essas empresas serão controladas pela ENBpar (Empresa Brasileira de Participação em Energia Nuclear e Binacional), estatal criada em setembro de 2021.

Por fim, a privatização da Eletrobras deverá recuperar a capacidade de investimentos da companhia em geração e transmissão de energia, aumentando a competitividade do setor e, assim, reduzindo o preço da energia.

Além disso, com a privatização da Eletrobras, a União não vai precisar mais injetar capital na empresa, como aconteceu nos últimos 5 anos, quando o governo precisou aportar quase R$5 bilhões, abrindo espaço para investimentos em setores essenciais como saúde, educação e segurança.

Regras para usar o FGTS na compra das ações

Com a privatização da Eletrobras, qualquer trabalhador com carteira assinada e saldo em conta no FGTS poderá comprar ações da companhia. Dessa forma, o potencial estimado pelo governo com os saldos do FGTS é de R$6 bilhões, assim como aconteceu em operações de capitalização semelhante à da Petrobras.

Para utilizar o seu FGTS na compra das ações da Eletrobras, é importante ficar atento a alguns detalhes.

Em primeiro lugar, é importante você saber que os trabalhadores poderão utilizar até 50% do saldo do FGTS para compra de ações da Eletrobras. Não mais do que isso. Por exemplo, se você possui R$2 mil, poderá utilizar no máximo R$1 mil;

Além disso, o valor mínimo para a aplicação é de R$200, ou seja, o trabalhador deverá ter pelo menos R$400 de saldo no FGTS.

A compra será feita através de Fundos Mútuos de Privatização ligados ao FGTS, constituídos na forma de condomínio aberto.

Logo, o trabalhador deverá autorizar a administradora de um fundo de sua escolha a consultar seu saldo e repassar à Caixa Econômica Federal o pedido de reserva para a compra das ações.

Posteriormente, o investidor poderá vender suas ações no mercado secundário, se assim desejar. Contudo, o valor recebido pela operação voltará para a sua conta do FGTS.

Além disso, haverá também uma oferta prioritária para acionistas minoritários, funcionários e aposentados da Eletrobras.

Como usar o FGTS na compra das ações da Eletrobras

Na próxima sexta-feira, dia 3 de junho, qualquer trabalhador que cumpra com os critérios supracitados poderão começar a adquirir ações da Eletrobras na privatização. Inclusive aqueles investidores que não vão utilizar o FGTS.

E é preciso ficar atento ao prazo, pois o período de reserva vai até quarta-feira, dia 8 de junho, às 12h.

Como vimos, o investimento será realizado por meio dos Fundos Mútuos de Privatização (FMP) e os FMP’s de Migração (para aqueles que desejam transferir seus recursos que estão aplicados em FMP da Petrobras ou Vale).

Nesse sentido, existem mais de 22 fundos disponíveis para o investidor, entre bancos e corretoras. Entre eles, destacam-se o Banco do Brasil, Bradesco, Caixa, BTG Pactual, Itaú, Safra, Santander, XP, entre outros.

Assim, um ponto de atenção que o investidor precisa ter é em relação as taxas de administração cobradas por esses fundos, que variam de zero até 1% ao ano. Contudo, algumas instituições já sinalizaram com uma possível redução na taxa devido a comparação com outros pares do mercado.

Passo a passo para usar o FGTS

Para investir no FMP Eletrobras, você deverá escolher uma das instituições administradoras e acessar o aplicativo FGTS, com o seu CPF, para autorizar o banco ou corretora a consultar o saldo e a fazer a reserva.

Confira o passo a passo abaixo:

  1.  Acesse o aplicativo FGTS em seu celular (ou clique aqui e saiba como instalar e se cadastrar);
  2.  Na página inicial, acesse “Autorizar bancos a consultarem seu FGTS”;
  3.  Depois, selecione “Aplicação nos Fundos Mútuos de Privatização FGTS” e, posteriormente, escolha a única opção disponível no momento “FMP Eletrobras” e clique em “continuar”;
  4.  Em seguida, leia e aceite os termos de autorização para habilitação FMP;
  5.  Por fim, escolha a instituição na lista de administradoras FMP e confirme sua decisão.

Esse processo irá apenas permitir que o banco ou corretora a sua escolha tenha acesso ao saldo e faça a reserva. Contudo, ainda será necessário procurar pela instituição para efetivar a compra.

No Instagram do professor Felipe Pontes, você também vai encontrar um post ilustrativo com o passo a passo.

 Análise do TC Matrix

Na visão dos analistas do TC Matrix, essa é uma ótima oportunidade para exposição imediata ao ativo para aqueles investidores que possuem interesse na tese da Eletrobras. Além disso, para os investidores que possuem saldo no FGTS, o time de equity research também recomenda a opção de investimento na companhia, tendo em vista o rendimento irrisório do FGTS.

Apesar do cenário macro desafiador, existe uma natural proteção das receitas da Eletrobras contra a inflação, além da sua matriz geradora essencialmente limpa e a melhoria na eficiência operacional e financeira após a capitalização, o que torna o investimento bastante atrativo.

Diante disso, os analistas do TC Matrix acreditam em um preço-alvo de R$67 para as ações da Eletrobras.

Para conferir o relatório completo, acesse a aba relatórios no aplicativo do TC.

Se você está começando, indicamos o curso básico sobre investimentos. Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

A gente também está no InstagramYouTube e no TikTok. Acompanhe!

Contador (UFRJ) | Pós-graduando em Planejamento Financeiro Pessoal e Familiar

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.