É possível existir rendimento negativo em renda fixa?

É possível existir rendimento negativo em renda fixa?

tcschool

12 FEV

4 MIN

É possível existir rendimento negativo em renda fixa?

A resposta para esta pergunta parece um tanto quanto intuitiva, já que o próprio nome diz que a renda é fixa. Mas, a realidade é diferente do que a maioria das pessoas acredita. Sim, é possível obter rentabilidade negativa em investimentos de renda fixa.

Este texto irá lhe explicar o porquê disso, e como monitorar este risco, bem como contabilizar rendimento negativo. Este texto não abordará o risco de crédito, que é o risco de o emissor do investimento não pagar e o investidor perder a totalidade aplicada. Caso queira entender um pouco mais sobre risco de crédito, leia o artigo “Renda Fixa sinônimo de segurança; Mito ou verdade?”

Imagine que você possua uma casa que acredita valer 1 milhão de reais. Certo dia aparece uma pessoa oferecendo 600 mil reais para comprar a casa. Por se tratar de uma região que você conhece há anos, você sabe que aquele preço não condiz com o valor e recusa a proposta.

No final do dia você não possui a sensação de ter perdido 400 mil reais (que é a diferença entre o quanto você acha que vale e o preço oferecido) apenas que não ofereceram o quanto você acredita valer. Se em outra ocasião aparecesse alguém oferecendo 2 milhões você certamente teria outra reação.

Esta situação ilustra o que é a “Marcação a Mercado“. Ela ocorre em todos investimentos que são negociados diariamente, tanto no mercado de renda fixa quanto no de renda variável. A marcação a mercado possui a função de informar ao investidor qual seria o preço caso ele quisesse sair do investimento exatamente naquele dia.

No exemplo, caso o proprietário da casa estivesse apertado em dívidas e precisasse vender de qualquer jeito, ele venderia pelos 600 mil reais, mesmo sabendo que o valor dela é maior.

Esta ideia de “preço diário” é boa, pois possibilita ao investidor identificar o quanto o mercado está dando de preço para aquele investimento naquele dia. Por outro lado, essa precificação diária pode trazer a falsa sensação de perdas e ganhos diários para aquele investidor que não conhece sobre o assunto.

Marcação a mercado

Como no mercado de renda fixa?

Podemos observar com maior frequência a oscilação da marcação a mercado nos investimentos prefixados (Tesouro Prefixado por exemplo) e híbridos (Tesouro IPCA+ por exemplo). A única diferença, do exemplo do proprietário do imóvel, é que no mercado de renda fixa ao invés do preço ser em reais o preço é dado em taxa, ou porcentagem.

No site do tesouro podemos consultar os preços, ou taxas, que os títulos do Tesouro Direto estão sendo negociados, conforme a tabela abaixo:

contabilizar rendimento negativo

Fonte: Tesouro direto (consulta realizada no dia 12/02/2019)

Por mais que no início do investimento você já saiba o quanto ele irá render, se levar ele até o vencimento (taxa prefixada de 10% ao ano, variação da inflação + 6% ao ano por exemplo), as taxas variam diariamente fazendo com que o preço do investimento varie.

Como contabilizar rendimento negativo

Estas movimentações podem ser tanto favoráveis ao investidor quanto desfavoráveis.

Quando você aplica seu dinheiro em um investimento prefixado você já sabe o quanto terá no final do período. Imagine que você aplique R$909,09 em um investimento que irá render 10%. No final do investimento você terá R$1.000. Depois que você investiu o mercado oscilou e o mesmo investimento que você realizou, à taxa de 10%, está sendo negociado à taxa de 20%.

Neste caso, para o investidor obter a rentabilidade de 20% e resgatar R$1.000 no final do período, ele precisará aplicar R$833,33, valor menor do que os R$ 909,09 que você aplicou, causando assim uma rentabilidade negativa.

Esta é a mesma situação do proprietário que recebeu uma oferta de 600 mil reais pela casa que ele achava valer 1 milhão de reais. Sabemos que se o investidor levar o investimento até o vencimento ele receberá os 10% que foi prometido no dia que ele aplicou.

O fato é, que no meio do caminho o mercado continuou a negociar o título e todo dia ele possuía um preço diferente. O exemplo em questão utilizou um título prefixado, mas também observamos este movimento em títulos indexados à inflação.

Você já percebeu que se a taxa do mercado for maior do que a taxa de quando você aplicou, o título desvaloriza, acarretando assim em rentabilidade negativa. O cenário inverso também é verdade, caso a taxa de mercado caia, em relação à sua taxa de aplicação, o título obterá rentabilidade superior a prometida no início do investimento.

Um modo de analisar esta sensibilidade a variação de taxa é observando o prazo de duração do investimento. Investimentos mais longos tendem a ser mais sensíveis à variação de taxa de mercado, e títulos mais curtos, menos.

Caso você queira se aprofundar no assunto, existe um indicador chamado duration que mede esta sensibilidade à variação da taxa de mercado.

Leia também:

Para potencializar seus rendimentos acesse também nosso APP:

Professor Felipe Pontes
Felipe Pontes
Diretor Educacional do TradersClub
Doutor em Contabilidade com foco em informações contábeis para o mercado de capitais pelo Programa UnB/UFPB/UFRN. Professor de Contabilidade e Valuation. Gestor de Clube de Investimento.

A sua escola como investidor

Aprenda a investir o seu dinheiro

E-BOOK

Aprenda a investir o seu dinheiro

Neste e-book — "Aprenda a investir o seu dinheiro", trazemos todas as informações que você precisa saber antes de investir no mercado de ações, com segurança, conhecimento e confiança.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.