Myron J. Gordon, economista e professor

Myron J. Gordon, economista e professor

Economista

Myron J. Gordon, economista e professor

Apresentamos a biografia de Myron Jules Gordon, economista e professor emérito de finanças na Rotman School of Management da Universidade de Toronto.

No texto a seguir, falamos sobre a sua formação, vida pessoal e do famoso modelo de Gordon publicado com Eli Shapiro em 1956. Neste material você irá encontrar:

  • Quem foi Myron J. Gordon
  • O Modelo de Gordon
  • Limitações do Modelo
  • Principais Artigos

Boa leitura!

Quem foi Myron J. Gordon

De acordo com o site The  Holle Family, Myron Jules Gordon nasceu em 1920 no Brooklyn, famoso distrito de Nova York. Filho de pais judeus, Gordon passou na University of Wisconsin–Madison para cursar jornalismo aos 16 anos.

Após se apaixonar por economia, resolveu trocar de curso, se mantendo na mesma instituição. Obteve seu bacharelado em Economia em 1941. Após se formar, teve de servir ao exército americano até o ano de 1946. Logo em seguida, em 1947, obteve o mestrado na Universidade de Harvard, ao mesmo tempo que foi professor assistente na Carnegie Mellon University.

Já em 1952, obteve seu Ph.D em Harvard, e se tornou professor associado do Massachusetts Institute of Technology. Dando sequência ao seu progresso acadêmico, em 1956 publicou junto com Eli Shapiro seu mais famoso papel: “Capital Equipment Analysis: The Required Rate of Profit”, onde se iniciou a criação do posteriormente denominado “Modelo de Gordon”.

O modelo de Gordon

O modelo de Gordon ou modelo de crescimento de Gordon foi criado em 1956 por Myron J. Gordon e Eli Shapiro, com o intuito de determinar o valor intrínseco de uma ação através do fluxo de dividendos futuros trazidos ao valor presente.

Sendo assim, o método pode ser usado para projetar o crescimento dos dividendos pagos por uma empresa e descobrir o valor da ação ao trazer o fluxo de dividendos para o valor presente. Ou seja, Myron J. Gordon assume que uma empresa existirá para sempre e pagará dividendos por ação que aumentaram a uma taxa constante.

No entanto, esse método é considerado pouco confiável, uma vez que não há como prever com exatidão quanto uma empresa pagará de dividendos aos seus investidores no futuro.

Sobretudo, Gordon e Shapiro defendem que é possível aplicar a fórmula para analisar a precificação das ações de empresas com taxas de crescimento estáveis e assim descobrir boas oportunidades de investimento.

O resultado é obtido pela seguinte fórmula:

Os dividendos por ação representam o pagamento anual que uma empresa faz aos seus acionistas ordinários, enquanto a taxa de crescimento corresponde a valorização das ações. A taxa de retorno corresponde ao retorno mínimo que os investidores estão dispostos a aceitar ao comprar ações de uma empresa.

Leia mais:

Limitações do Modelo de Gordon

Como o modelo tem como pressuposto uma série infinita de fluxo de dividendos, fica um tanto complicado estimar o retorno esperado de forma correta, qualquer mínima alteração nos fluxos de caixa futuros estimados fazem uma grande diferença no valuation final da companhia.

Nesse sentido, voltando ao modelo, um ponto de importância é o que está presente no numerador, o “Dividendo por Ação Esperado no Próximo Ano”.

Sendo assim, caso a companhia tenha como política não pagar o máximo possível de dividendos todo ano, seu valor obviamente é subestimado ao longo da tal série infinita. Logo, uma companhia que remunera o acionista o máximo possível vai ser sempre superestimada com base no modelo.

Além disso, caso o custo de capital próprio (ke) seja superior à taxa de crescimento constante da companhia, chegaríamos a um valor negativo por ação, o que obviamente não é possível.

Com base no exposto, o investidor deve considerar o contexto correto para aplicar o modelo acima.

Em resumo, o modelo de Gordon é mais adequado para empresas que crescem a uma taxa igual ou inferior ao crescimento nominal da economia (PIB).

Em adição, a empresa deve apresentar uma política bem estabelecida de pagamento de dividendos, para assim ser possível projetar o valor da companhia em questão.

Principais Artigos

Abaixo estão alguns dos principais artigos publicados pelo pesquisador:

Se você está começando, indicamos o curso básico sobre investimentos. Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

A gente também está no InstagramYouTube e no TikTok. Acompanhe!

Estudante de Economia na UFPE

Análise Fundamentalista

E-BOOK

Análise Fundamentalista

Neste e-book, abordaremos de forma simplificada os principais pontos que você precisa saber para entender a Análise Fundamentalista nas suas decisões de investimento.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.