A importância do trabalho na construção do patrimônio

A importância do trabalho na construção do patrimônio

tcschool

31 AGO

3 MIN

A importância do trabalho na construção do patrimônio

Neste texto, iremos falar sobre a importância dos rendimentos oriundos do trabalho na construção do patrimônio comparando-os com os retornos do mercado financeiro.

Primeiramente, para que não haja confusão, faço logo a ressalva que este é um texto para pessoas que não vivem do mercado financeiro. Seja day trade, swing trade ou dos rendimentos de investimentos a longo prazo.

Nesse sentido, o que essas pessoas precisam entender e aceitar é que o mercado financeiro não faz milagres. Se não é o seu trabalho, se não é de onde tira seu sustento, também não é de onde sua riqueza virá. Será o trabalho, a principal fonte de renda, que permitirá a construção do patrimônio ao longo da vida. Os investimentos serão uma mola propulsora. Assim, o texto está dividido nos seguintes tópicos

  • Trabalho & Patrimônio: entenda essa relação
  • Variáveis ao investir: planeje-se bem
  • Exemplo prático: quanto maior o aporte, maior o retorno
  • Reflexão: o trabalho é o mais importante na construção do patrimônio

Boa leitura!

Ilustração de diferentes profissionais com dinheiro, representado trabalho e patrimônio

Leia mais textos sobre os primeiros passos nos investimentos:

Trabalho & Patrimônio: entenda essa relação

A importância inicial de entender que o trabalho é o principal vem do básico: não trocar os pés pelas mãos. É normal que ao começar a investir/operar, a pessoa se empolgue, busque cada vez mais conhecimento e mergulhe de vez em um mundo à parte. Nesse processo, olhar o home broker vira uma tarefa constante. De dez em dez minutos aquela olhada para saber como estão as coisas.

Quando o retorno é positivo, então, aí que vira uma fixação. Cada percentual positivo a mais se converte em mais olhadas no meio do dia, mais buscas por novas possibilidades, operações cada vez mais arriscadas.

O caminho nesse processo é que o trabalho começa a ficar em segundo plano. Ele vai perdendo espaço aos poucos durante o dia. Quando a pessoa percebe, está no meio do expediente tratando mais dos investimentos/operações do que do próprio trabalho. No fim, acaba sem fazer nenhum dos dois direito.

Assim, corre o risco de perder dinheiro com o investimento e também de perder o emprego. Portanto, se o seu trabalho não é no mercado financeiro, evite passar por esse processo. Entenda que o principal para você será seu trabalho. É de lá que tira seu sustento e também será de lá que terá o dinheiro para investir. Sem o trabalho, como fará seus aportes?

Variáveis ao investir: planeje-se bem

A importância do salário recebido tem ligação direta com este tópico. Ao investir, temos três variáveis que são fundamentais: tempo, taxa de juros, montante investido. Desta, temos controle de fato somente sobre uma: montante investido. Sobre o tempo de investimento temos até certo controle, mas a cada ano que se passa, a situação fica menos favorável e não temos como ajustar.

Já em relação à taxa de juros, pouco temos a fazer. Consegue-se, é verdade, buscar uma rentabilidade maior dos investimentos ao longo do ano. Sim, isso é possível, mas também requer uma tomada de risco maior. O que nos leva ao ponto de analisar a capacidade e a tolerância de cada um em correr risco.

Para não ter que entrar nesses pormenores, ficamos com o montante investido. Ele é o que podemos manobrar de maneira mais prática e direta ao longo de nossas vidas.

Exemplo prático: quanto maior o aporte, maior o retorno

Como acho que com números a situação fica mais clara, vamos aos exemplos.

Primeiramente, uma pessoa que consegue investir todo mês R$ 100, por 20 anos, a uma taxa de 6% ao ano.

Tabela que mostra o saldo final de R$45.343,86

Agora vamos alterar a taxa de juros, propondo um aumento de 50%.

Tabela que mostra o saldo final de R$63.885,17

Já que o aumento na taxa de juros foi de 50%, vou fazer o mesmo com o valor mensal investido, mas retornando a taxa de juros ao patamar inicial.

Tabela que mostra o saldo final de R$68.015,79

Reflexão: o trabalho é o mais importante na construção do patrimônio

O que tem um efeito maior e mais positivo para quem investe? Aumentar a taxa de juros ou aumentar o valor aportado mensalmente? Assim fica mais fácil entender que a preocupação de quem investe para o longo prazo deve ser em crescer o valor que consegue investir a cada mês.

Por isso, foco no principal. Foco no que te faz ter renda, no que te faz ter dinheiro. Use o poder de cada uma das variáveis da melhor maneira para você.

Raphael Carneiro
Raphael Carneiro
Jornalista e investidor
Trabalha com educação e planejamento financeiro. Possui certificação em Gestão de Finanças Pessoais e atua no mercado financeiro brasileiro há cinco anos.

A sua escola como investidor

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.