Aprenda a investir com estas dicas básicas

Aprenda a investir com estas dicas básicas

parceiro-do-tc

27 MAI

4 MIN

Aprenda a investir com estas dicas básicas

Olá, caro leitor! A maioria das pessoas acreditam que para começar a investir e construir um patrimônio sólido, é preciso ter muito dinheiro sobrando na conta ou um nível de renda muito maior do que o atual.

Na verdade, investir é muito mais simples do que você imagina. Para isso, basta adotar alguns passos práticos e se aprofundar a partir de algum curso de investimento para começar a fazer seu dinheiro render juros hoje mesmo.

Neste artigo, apresentaremos as atitudes e os comportamentos necessários para atingir sua independência financeira e oferecer um futuro mais próspero à sua família.

Como começar a investir com pouco dinheiro

Talvez você esteja com as contas apertadas e não sobre nada no fim do mês para se planejar em relação ao futuro. Contudo, se você mudar alguns hábitos e ter disciplina, é possível, sim, investir todos os meses e ter uma boa fonte de renda, apenas com os juros das suas aplicações.

Vamos dar um exemplo prático.

Se você se organizar e poupar diariamente, com apenas R$16 ao longo de um ano, terá ao final algo próximo de R$6.000. Aplicando esse dinheiro com juros de 0,8% ao mês (descontando custos e impostos), você pode transformar essa pequena quantia em uma aposentadoria complementar perpétua de R$850.

Isso mesmo! Mas para que isso aconteça, é necessário deixar o dinheiro parado rendendo juros sobre juros por um período de trinta anos.

Com isso, você pode ter uma aposentadoria complementar, fazendo apenas um pequeno esforço todos os dias, por um período muito curto.

Essa é a chamada “mágica dos juros compostos”, podendo gerar resultados incríveis a longo prazo, se você tiver foco e disciplina para seguir um plano simples e prático.

Vejamos, agora, algumas dicas para você conseguir poupar e investir um pouco todos os meses.

Saiba o que entra e o que sai da sua conta

Não tem jeito! Se você não souber exatamente como usa o dinheiro que entra na sua conta, nunca vai conseguir saber como economizar e se planejar para o futuro.

Muitas vezes a gente gasta o salário meio que “no automático”. O problema é que quando paramos para olhar quanto da nossa renda foi destinada a itens supérfluos, tomamos um baita susto.

Por isso, classifique seus gastos entre fixos, essenciais e discricionários. Além disso, verifique se algo está fora do lugar, ou seja, se você está gastando mais com o que não deveria.

Caso necessário, faça um esforço para mudar seus hábitos de consumo e para adequar sua realidade financeira ou estilo de vida ao seu nível de renda.

Talvez você não precise gastar tanto com o seguro e com a manutenção do seu carro atual, por exemplo. Ou quem sabe você está pagando muito caro no aluguel do apartamento para viver em uma região cujo custo de vida é muito mais elevado.

Avalie essas questões e faça os ajustes que achar necessários para fazer o seu dinheiro render mais.

Diversifique suas fontes de renda

É muito comum que, mesmo controlando tudo o que entra e o que sai da conta, seja difícil fazer o salário chegar ao fim do mês. Isso nos faz acumular dívidas, principalmente as mais caras, como o rotativo do cartão de crédito e o cheque especial.

Assim, para aumentar sua receita mensal e conseguir quitar todas as suas dívidas, uma estratégia é ter uma fonte de renda complementar ao seu trabalho principal.

Se você tem uma habilidade específica, como artesanato, culinária etc., pode utilizar seu tempo livre para fazer um curso de profissionalização e depois agregar mais valor àquilo que você já sabe fazer, como fonte de renda complementar.

O mais importante é alcançar um equilíbrio entre seus gastos e seu nível de renda. Seja fazendo ajustes em despesas pontuais ou aumentando sua receita mensal com uma atividade complementar, para destinar o máximo de recursos possível aos seus investimentos.

Investir de forma diversificada

Agora que você já consegue poupar algum dinheiro, é hora de traçar uma estratégia com o objetivo de fazer seus investimentos renderem mais.

Portanto, a recomendação aqui é procurar entender como funciona os produtos financeiros e as características como liquidez, prazo e volatilidade.

Um curso básico de investimentos é muito importante para que você entenda conceitos fundamentais. Assim, você poderá ter uma boa composição de carteira, como diversificação, horizonte de investimento, perfil de investidor e objetivos que deseja alcançar.

Como em qualquer aspecto da vida, foco, determinação e disciplina para poupar e investir são indispensáveis a fim de atingir sua independência financeira muito mais rápido do que imagina.

Se você está começando, indicamos o curso básico sobre investimentos. Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil.

A gente também está no InstagramYouTube e no TikTok. Acompanhe!

Artigo produzido por parceiros do TC com o objetivo de fortalecer nosso propósito de levar conhecimento aos nossos leitores.

Aprenda tudo sobre contabilidade

E-BOOK

Aprenda tudo sobre contabilidade

Neste e-book — “Contabilidade”, trazemos informações e conceitos importantes sobre contabilidade financeira.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.