Como se proteger em um mercado de baixa para cripto?

Como se proteger em um mercado de baixa para cripto?

Como se proteger em um mercado de baixa para cripto?

O primeiro semestre de 2022 não tem sido muito bom para o desempenho do Bitcoin e o mercado cripto. No momento em que escrevo este artigo, o Bitcoin tem caído, em dólar, aproximadamente 33,5% no ano, puxando o desempenho de algumas altcoins com maior intensidade.

O principal motivo para isso é o avanço da inflação pelo mundo todo. Isso fez com que os principais bancos centrais mundiais tivessem que reduzir a liquidez abundante da economia através de políticas de aperto monetário, principalmente aumentando taxas de juros.

Apesar deste movimento levar a valorização de ativos escassos ao longo do tempo, o comportamento do Bitcoin como “Ouro Digital” ainda deixa a desejar no curto prazo.

Uma boa parcela dos novos investidores vieram de mercados mais tradicionais e, por isso, encaram o Bitcoin como um ativo de risco.

Com isso, o Bitcoin e os demais criptoativos têm tido uma alta correlação com índices do mercado de ações como Nasdaq e S&P 500, por exemplo.

Com a alta nas taxas de juros afetando negativamente os mercados acionários ao redor do mundo, o Bitcoin tem sofrido volatilidade e já é negociado no patamar de 31.000 dólares.

Paralelo a isso, o mercado cripto tem sofrido volatilidade adicional nas últimas semanas com o colapso das moedas UST e LUNA na soma de 45 bilhões de dólares. O evento gerou forte fluxo vendedor para o Bitcoin e outros criptoativos, e uma crise de confiança no setor.

Com tanta volatilidade, como o investidor de cripto pode se proteger? É disso que vamos tratar nesse artigo.

Alocação e Diversificação

Um dos maiores responsáveis pela boa performance dos portfólios no longo prazo é a diversificação, tanto entre classes quanto entre ativos.

O investidor iniciante se depara com alguns vieses comportamentais durante a escolha dos investimentos.

Um deles pode levar a um apetite a risco maior em momentos de alta do mercado. Sendo assim, eventualmente expõe o investidor a uma volatilidade excessiva e indesejada no seu patrimônio em momentos de correção.

Apesar de não existir alocação ideal para todas as pessoas, a formação de reserva de emergência é altamente recomendada para todos os perfis.

Nesse sentido, deve ser feita em ativos seguros e líquidos, como títulos pós-fixados públicos ou de sólidas instituições financeiras.

Assim, você pode evitar que imprevistos pessoais o levem a realizar resgates com perdas desnecessárias em suas criptos, que são investimentos de alto risco de mercado.

Diversificação

Acompanhado de uma alocação adequada, a diversificação pode permitir uma exposição a oportunidades assimétricas enquanto reduz os riscos do portfólio.

Para o cenário atual, é indicado dedicar uma parcela maior a ativos que já passaram pelo teste do tempo e foram comprovados como ativos com valor. Você pode fazer isso investindo um maior percentual em Bitcoin e Ethereum, formando assim uma carteira mais defensiva e de menor volatilidade.

Alternativas dentro do mercado cripto

Stablecoins

Esta categoria de altcoins é formada por criptos que representam ativos estáveis, como moedas fiduciárias, metais preciosos, commodities e por aí vai.

As mais comuns buscam manter paridade com a moeda americana (1 stablecoin = 1 dólar). Isso viabiliza as operações no mercado cripto de forma mais fácil e ágil do que operações utilizando moedas fiduciárias de forma direta.

Há uma série de propostas neste nicho que podem ser destacadas, como a Tether (USDT), USD Coin (USDC) e a Binance USD (BUSD). Todas estas buscam manter sua precificação em paridade com o dólar.

Cabe um estudo detalhado das vantagens e desvantagens e do risco de cada uma para escolher diversificar ou focar em na stablecoin de sua preferência. A USDC, da empresa Circle, é considerada pelo mercado a menos arriscada dentre as stablecoins.

DeFi Options: Puts de Bitcoin

Assim como no mercado de derivativos tradicional, no mercado cripto podemos negociar direitos de compra e venda através de opções.

Com isso, você pode se proteger de uma queda do Bitcoin, ganhar dinheiro especulando sobre a alta ou baixa do BTC ou ainda gerar renda passiva utilizando estes criptoderivativos. Também é possível negociar opções de outras criptomoedas, assim como Ethereum.

Ainda é um mercado em desenvolvimento e, por ser descentralizado, é interessante ter cautela adicional na escolha de sua plataforma a fim de evitar golpes ou problemas operacionais em suas negociações.

Dentre as plataformas do gênero, podemos citar a Deribit, uma corretora centralizada de derivativos cripto, ou, para usuários mais avançados, protocolos DeFi descentralizados (e mais arriscados) que negociam derivativos como Opyn, Ribbon Finance e Dopex.

Em uma plataforma DeFi de opções, você pode configurar sua compra de puts (opções de venda) para fazer a proteção (ou “hedge”) de suas posições, especialmente a alocada em Bitcoin.

Conclusão

Portanto, o momento atual pode gerar desconfortos na carteira dos investidores.

Com as alternativas apresentadas neste artigo, o investidor pode proteger seu patrimônio de maneiras comuns ou mais sofisticadas, o que pode ser útil para diversos perfis.

Além disso, a maneira mais eficiente para o investidor aguentar firme e atravessar momentos de maior estresse no mercado cripto é manter o percentual de alocação dentro do adequado para o seu perfil, investindo valores destinados para o longo prazo e que podem passar por maior volatilidade.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil. Ah, e também temos cursos voltados para criptos, sabia? Clique aqui e conheça!

Por fim, também estamos no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Planner no TC Matrix | Especialista em Investimentos pela ANBIMA

Aprenda tudo sobre criptomoedas

E-BOOK

Aprenda tudo sobre criptomoedas

Neste e-book — “Aprenda tudo sobre criptomoedas”, trazemos informações importantes que você precisa saber antes de investir no mercado de criptoativos, com segurança, conhecimento e confiança.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.