Gamificação Cripto: como NFTs podem disruptar a indústria de jogos

Gamificação Cripto: como NFTs podem disruptar a indústria de jogos

vinicius-canhaci

23 MAI

5 MIN

Gamificação Cripto: como NFTs podem disruptar a indústria de jogos

Os NFTs revolucionaram muitos setores, principalmente o espaço de jogos, onde os jogadores desfrutam da gamificação de criptomoedas e da possibilidade de recompensas financeiras.

Além disso, os NFTs oferecem com sucesso uma série de benefícios que os jogos tradicionais não oferecem, como o modelo de “play to earn” (jogue para ganhar dinheiro), interoperabilidade de ativos em jogos diferentes e muito mais.

Assim, a popularidade dos jogos NFT criou uma comunidade de jogadores, investidores em criptomoedas e fanáticos pela tecnologia.

À medida que os NFTs revolucionam o mundo com sua tecnologia inovadora, muitos setores se viram mudando rapidamente. Alguns dos maiores crescimentos foram no espaço de jogos, com um número crescente de jogadores e investidores do mercado cripto se dedicando aos jogos NFT.

Com jogos descentralizados como Axie Infinity e My Neighbor Alice se unindo ao Metaverso, os NFTs se integraram a indústria com seus benefícios exclusivos.

Se utilizando da tecnologia blockchain e sua vasta utilidade, é possível que os jogadores usem personagens, mercadorias, habilidades especiais e outros objetos negociáveis ​​em jogos. E talvez o mais importante para alguns, eles permitem que os jogadores consigam gerar uma renda extra através dos jogos “play to earn”.

O caso de uso mais básico para NFTs no jogo é representar personagens e itens especiais que oferecem power-ups ou outras habilidades.

Esses NFTs podem acumular valor ao longo do tempo ou à medida que o jogo ganha popularidade. E mais importante: os jogadores podem emitir NFTs em alguns jogos, adicionando novos conteúdos ao mundo dos cripto games.

Neste artigo, vamos explorar quatro maneiras pelas quais a gamificação NFT tem a possibilidade de tomar mercado da indústria de games tradicional.

O que é o GameFi e como isso funciona?

A gamificação NFT usa elementos típicos de jogos, como pontuação, competição e regras de jogo, aplicando a tecnologia blockchain. Essa combinação levou ao surgimento do GameFi, onde os usuários trocam ativos de jogos por recompensas financeiras.

Os jogos NFT realmente funcionam de uma maneira relativamente simples.

Os ativos usados ​​dentro do mundo do jogo são programados como NFTs, que possuem valor entre jogadores e colecionadores e também podem ser vendidos.

Por exemplo, no jogo Axie Infinity, cada criatura – um Axie – é cunhada como um NFT. Os jogadores podem lutar com seus NFTs em troca de recompensas.

Outros exemplos incluem o Metaverso My Neighbor Alice, onde os jogadores constroem e criam seus próprios terrenos virtuais. Os usuários também podem interagir com seus vizinhos dentro do jogo, realizar atividades e ganhar recompensas por suas conquistas. A maioria dos ativos e recompensas serão NFTs que variam em seu grau de raridade.

Como a gamificação NFT está mudando a indústria de jogos?

A gamificação NFT pode funcionar de várias maneiras. Vamos abordar quatro delas a seguir.

1. Possibilidade de obter renda extra através de jogos “play to earn

No mercado de jogos tradicionais, os usuários compram itens e atualizações que os ajudam dentro do game, mas com nenhum retorno econômico real. No novo modelo Play-to-Earn funciona como uma fonte de renda para os jogadores que ganham recompensas financeiras por suas atividades em um jogo.

Geralmente, existem duas maneiras de ganhar jogos pay-to-earn: negociando NFTs ou ganhando recompensas em criptomoedas no jogo.

Para começar, os jogadores normalmente investem em um personagem NFT ou outra equipe inicial. Os NFTs podem então ser vendidos para outros players ou usados para formar criptomoedas e novos NFTs. Tudo isso cria uma economia dentro do jogo amplamente independente da interferência do desenvolvedor.

2. A ascensão das guildas play-to-earn

Uma guilda de jogos é uma coleção ou grupo de jogadores que se organizam para jogar juntos e compartilhar dados. A popularidade dos jogos descentralizados criou as Guildas Play-to-Earn que ajudam os novos jogadores a começar.

Os membros da guilda podem “alugar” ativos no jogo e evitar pagar a taxa, que muitas vezes são caras, para comprá-los, diminuindo assim a barreira de entrada nos jogos NFT. O credor recebe uma porcentagem dos ganhos do jogador enquanto o mesmo obtém o que precisa para começar a jogar.

As Guildas são fenômenos recentes que contam com o sucesso do espaço de jogos NFT e sua demanda. É uma situação “ganha-ganha” para ambos os lados do relacionamento, trazendo liquidez para o jogo e uma maior possibilidade de crescimento dos jogos e comunidades.

Guildas ganham mais com o aumento de novos jogadores, e novos jogadores podem começar a ganhar mais para si mesmos.

3. Interoperabilidade dos ativos do jogo

Um dos maiores aspectos da gamificação NFT é o elemento de interoperabilidade. Os jogos tradicionais de console e PC têm seus próprios ecossistemas que não são compatíveis entre si. Os ativos e personagens dos jogadores sempre estarão limitados a esse jogo específico com controle total dos desenvolvedores.

Por outro lado, os jogos baseados em blockchain possuem interoperabilidade – a capacidade de usar ativos de jogos individuais em vários jogos, se permitido.

Os jogos NFT podem existir nas mesmas blockchains ou em blockchains interoperáveis, onde os ativos do jogo podem ser trocados em mercados.

Loot é um ótimo exemplo de um projeto com NFTs que qualquer um pode usar para fazer um jogo. Se o seu NFT for um token ERC-721 ou BEP-721, teoricamente ele pode ser facilmente usado em outros jogos que aceitam esse tipo de token.

Isso, é claro, depende do suporte dos desenvolvedores.

4. Staking dos NFTs

O staking dos NFTs é outro mecanismo interessante.

Alguns jogos NFT permitem que os usuários bloqueiem NFTs ou criptomoedas em contratos inteligentes que, por sua vez, geram recompensas.

Por exemplo, apostar em tokens MBOX recompensa os usuários com caixas misteriosas. Cada uma contém uma raridade aleatória NFT que pode ser vendida no mercado secundário. No entanto, para ganhar grandes recompensas, os jogadores precisarão de um depósito inicial de um porte maior.

Conclusão

Portanto, o mercado de games tradicional é a maior indústria de entretenimento do mundo (maior do que filmes, séries e etc.). Essa indústria alcançou esse patamar com pouca ou nenhuma possibilidade de monetização por parte de seus jogadores, que apenas gastam dinheiro em troca de diversão.

Logo, os jogos modelos “play to earn” têm um potencial incrível de crescimento. Isso porque, além de entreterem, oferecem a possibilidade de ganhar uma renda extra ou até mesmo, em alguns casos, viver desse tipo de jogo.

Estamos apenas no começo do processo e, por isso, vale a pena acompanhar o progresso desse modelo que tem tudo para crescer bastante nos próximos anos.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

E também temos cursos voltados para criptos, sabia? Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Clique aqui e conheça!

Por fim, também estamos no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Planner do TC Matrix

Aprenda tudo sobre criptomoedas

E-BOOK

Aprenda tudo sobre criptomoedas

Neste e-book — “Aprenda tudo sobre criptomoedas”, trazemos informações importantes que você precisa saber antes de investir no mercado de criptoativos, com segurança, conhecimento e confiança.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.