CeFi e DeFi: diferenças, vantagens e desvantagens

CeFi e DeFi: diferenças, vantagens e desvantagens

vinicius-canhaci

06 JUN

12 MIN

CeFi e DeFi: diferenças, vantagens e desvantagens

No passado recente, serviços financeiros essenciais, como transferências de dinheiro, empréstimos e seguros, eram oferecidos apenas por instituições financeiras e bancos tradicionais. Contudo, com o surgimento e a rápida adoção da tecnologia blockchain e dos criptoativos, surgiram mudanças significativas nesse ambiente. Como os casos de uso de criptoativos só aumentaram nos últimos anos, dois fenômenos diferentes, decorrentes do mesmo conceito, estão recebendo muita atenção de entusiastas de criptos e dos investidores institucionais: finanças centralizadas (CeFi) e finanças descentralizadas (DeFi).

Embora ambos os conceitos do mercado de criptomoedas girem em torno do mesmo objetivo (permitir que pessoas comuns usem moedas digitais para atividades monetárias), seus métodos para alcançar isso são bem diferentes.

Vamos nos aprofundar nesses dois conceitos, encontrar semelhanças e diferenças entre CeFi e DeFi, destacar as vantagens e desvantagens de ambos e também explorar onde esses dois mundos se sobrepõem.

Finanças Centralizadas (CeFi)

Em uma entidade centralizada, todas as transações são feitas por meio de uma central de câmbio. Ou seja, os fundos são controlados por uma determinada corretora central.

Com uma plataforma CeFi, você não possui uma chave privada que dá acesso à sua carteira. O que coloca o investidor no risco direto de uma corretora, por exemplo, ser invadida ou tomar decisões arbitrárias com os criptoativos dos clientes.

As plataformas CeFi decidem quais moedas incluirá em sua plataforma para negociação e quais taxas os usuários pagarão para usar a funcionalidade dessa bolsa.

Logo, você não tem controle sobre seus ativos digitais quando compra ou vende criptomoedas por meio de uma exchange centralizada. Além disso, você está exposto às regras que a plataforma centralizada estabelece para seus participantes (como procedimentos de KYC, limites de retirada, restrições de volume de negociação, etc.).

Finanças Descentralizadas (DeFi)

Já a principal característica de uma exchange descentralizada é que ela não exige que nenhum intermediário (uma entidade centralizada) ofereça serviços de negociação de criptomoedas.

Uma exchange descentralizada (DEX) tem natureza peer-to-peer, o que significa que compradores e vendedores estão conectados diretamente, sem envolver terceiros, como um banco tradicional. Todos os processos em uma exchange DeFi são automaticamente organizados, controlados e tratados por contratos inteligentes desenvolvidos com base em uma blockchain.

O objetivo das exchanges descentralizadas é criar um sistema financeiro global eficaz, transparente e justo, onde qualquer pessoa possa participar, mesmo que não tenha uma conta bancária.

Ele permite que milhões de pessoas de todas as partes do mundo, especialmente onde os serviços bancários são ruins ou totalmente ausentes, tenham acesso fácil a serviços financeiros e bancários de qualidade com a ajuda da tecnologia blockchain.

As finanças descentralizadas (DeFi) visam criar um ecossistema financeiro de código aberto, rastreável, onde qualquer pessoa com uma carteira consiga participar.

Esse sistema fornece uma boa diversidade de atividades financeiras relacionadas a criptomoedas, incluindo empréstimos de criptos, negociação de margem, investimento, empréstimos, gerenciamento de risco de fundos, geração de renda passiva, armazenamento de ativos digitais e até mercados de previsões descentralizados (um dos serviços financeiros inovadores do DeFi permitindo que você ganhe dinheiro com previsões corretas de eventos futuros).

As soluções DeFi têm uma vantagem notável sobre suas contrapartes centralizadas: com DeFi, você tem total autoridade sobre seus ativos digitais e é a única parte que possui a chave privada de sua carteira.

Os usuários dispostos a acessar os serviços DeFi precisam utilizar aplicativos descentralizados (DApps) hospedados na blockchain.

Como o DeFi difere do CeFi

Ao comparar os ecossistemas DeFi e CeFi, a questão é em quem os usuários tendem a confiar mais: na tecnologia ou nos humanos.

Com o DeFi, os usuários contam com a tecnologia blockchain para realizar e controlar os serviços oferecidos por protocolos descentralizados.

Por outro lado, com o CeFi, os usuários confiam nas pessoas e instituições para fazer negócios em seu nome: gerenciar fundos e lidar com transações.

No entanto, ambas as indústrias oferecem um amplo espectro de serviços financeiros relacionados a criptomoedas.

Características do CeFi

Exchanges centralizadas (CEX)

Não há escassez de trocas financeiras centralizadas no mercado. Em uma CEX, os membros enviam fundos para a corretora, para que ela gerencie o dinheiro das pessoas em uma conta interna. Embora os fundos sejam mantidos na exchange, eles não são totalmente controlados pelo usuário e estão expostos a roubos se as medidas de segurança tomadas pela bolsa falharem.

Devido à sua natureza de custódia, as plataformas CeFi geralmente são alvos lucrativos para ataques de hackers. Para poder acessar os serviços CeFi, os usuários precisam fornecer muitas informações pessoais e, quando os usuários enviam fundos, eles praticamente dão o controle sobre seu dinheiro à bolsa CeFi.

As grandes exchanges têm departamentos completos com equipes de atendimento ao cliente que estão prontas para ajudar os clientes em caso de problemas. O suporte ao cliente é facilmente acessível em uma exchange de criptomoedas CeFi, e isso oferece aos clientes a tranquilidade de que seus ativos estão em boas mãos.

Conversões de moeda Fiat para Cripto

Uma vantagem imbatível do CeFi sobre o DeFi é que ele suporta transações de moedas fiduciárias (real, dólar, euro e etc) para criptomoedas e vice-versa. As conversões entre criptomoedas e dinheiro fiduciário geralmente envolvem a mediação de uma autoridade centralizada (como um banco ou uma organização de crédito). No entanto, as trocas em DeFi, geralmente, não oferecem essa flexibilidade. A integração de clientes no ecossistema CeFi é fácil e normalmente acaba com uma experiência de usuário positiva.

Serviços “crosschain”

As plataformas de finanças centralizadas (CeFi) suportam diferentes tecnologias de blockchain independentes e permitem que você negocie vários criptoativos.

Devido à lentidão e complexidade das transferências entre blockchains diferentes, os serviços DeFi geralmente não suportam tokens emitidos em diferentes blockchains. O CeFi consegue resolver esse problema obtendo a custódia de moedas de várias cadeias.

Esta é uma grande vantagem do CeFi porque muitas moedas da moda com alta capitalização de mercado existem em blockchains diferentes que não são interoperáveis.

Características do DeFi

O maior atrativo por trás do DeFi é que você não precisa revelar suas informações pessoais ou confiar o gerenciamento de seus fundos a outras pessoas. Isso minimiza o risco de usar suas informações sem o seu consentimento ou roubar seus fundos.

O DeFi permite que as pessoas gerenciem seus ativos sem limitar suas habilidades de acesso aos serviços oferecidos por uma plataforma descentralizada.

As principais características do DeFi incluem:

Câmbio Descentralizado (DEX)

O trabalho de uma exchange descentralizada é garantido por um conjunto de contratos inteligentes implantados em algum livro-razão distribuído publicamente como o Ethereum. Os contratos inteligentes são programados por um conjunto de regras para executar transações de forma autônoma. A lógica codificada garante que apenas os próprios usuários e contratos inteligentes possam estar envolvidos no cumprimento das operações de câmbio.

Ausência de KYC

Você não precisa de permissão para acessar o DeFi. Com uma troca tradicional de criptomoedas, você precisará passar por um procedimento KYC (Know Your Customer) para acessar os serviços financeiros, o que significa que você precisa compartilhar suas informações privadas ou fazer um depósito com moeda fiduciária antes de poder usar os serviços CeFi.

No espaço DeFi, os usuários podem realizar operações financeiras diretamente usando a carteira e não compartilhar nenhuma informação pessoal ou depositar dinheiro. Isso porque o DeFi é abertamente acessível a todos os participantes, sem quaisquer barreiras ou discriminação.

Além disso, os desenvolvedores podem facilmente projetar seus aplicativos em uma plataforma descentralizada. O DeFi fornece alta disponibilidade e colaboração dentro da comunidade. Os produtos desenvolvidos no ecossistema DeFi são projetados para beneficiar todos os participantes desse ambiente.

Ausência de necessidade de confiança em terceiros

O maior benefício de usar os serviços DeFi é que você não precisa garantir que o serviço funcione conforme reivindicado. Os usuários podem confirmar se os serviços DeFi estão funcionando conforme necessário auditando seu código e usando ferramentas externas para determinar se a transação foi concluída corretamente.

Ecossistema rico

Os usuários do DeFi podem acessar uma vasta diversidade de serviços e produtos para atender às suas necessidades diárias. Juntamente com as exchanges descentralizadas, onde você pode comprar e vender criptomoedas de maneira ponto a ponto, há várias outras plataformas que oferecem serviços financeiros DeFi vitais.

Plataformas de empréstimo

Uma plataforma de empréstimo de criptomoedas emprega contratos inteligentes para oferecer serviços de empréstimo sem intermediários. O que as torna mais eficientes e seguras.

Mercados de previsão

Um mercado de previsões descentralizado permite que você aposte no resultado de eventos futuros e ganhe dinheiro se o seu prognóstico estiver correto. Esses serviços também são prestados sem mediação centralizada.

A diferença é que o contrato inteligente em uma blockchain executa a condição do contrato a partir das informações geradas por oráculos externos que buscam na internet se, por exemplo, o evento em questão foi vencido pela equipe A ou B. Ou se o candidato X venceu a eleição contra o candidato Y.

Tudo isso é executado automaticamente a partir de condições pré definidas no contrato inteligente e o oráculo tem a missão de encontrar a resposta verdadeira na internet.

Yield Farming

É a maneira de ganhar juros com suas criptomoedas, emprestando-as ou colocando as em stake, por exemplo.

Seguro

Uma ferramenta de seguro descentralizada torna o seguro mais acessível, eficiente e transparente. Com a automação fornecida por contratos inteligentes, a cobertura se torna mais barata e as solicitações de pagamento são processadas mais rapidamente. As circunstâncias para decidir sobre a reclamação podem ser colocadas na lógica do contrato para evitar erros e disputas.

Empréstimos

As plataformas de empréstimo DeFi oferecem empréstimos de criptoativos de maneira confiável (sem intermediários) e permitem que os usuários de DeFi utilizem seus ativos digitais na plataforma para obter juros de empréstimos ou para tomar um empréstimo utilizando-os como garantia.

Avanços tecnológicos rápidos

Outra grande vantagem do DeFi é sua rápida inovação. O ecossistema financeiro descentralizado está constantemente desenvolvendo tecnologias de ponta e experimentando novas oportunidades, expandindo novos horizontes de como as criptomoedas podem ser aproveitadas.

Nas áreas onde a CeFi prospera, a DeFi está trabalhando para encontrar soluções alternativas para resolver os problemas.

Por exemplo, para superar a incapacidade do DeFi de facilitar a transferência de criptomoedas incompatíveis como Bitcoin, soluções como tBTC e WBTC que são compatíveis com os protocolos DeFi preenchem a lacuna agindo como tokens vinculados ao valor do BTC, mas que rodam em outras blockchains, como por exemplo o WBTC, que é o BTC “embrulhado” dentro da rede Ethereum.

Ele permite que os usuários do DeFi acessem o Bitcoin por meio de plataformas descentralizadas sem usar o token diretamente. Podendo utilizar esse BTC para ganhar yield, por exemplo.

Prós e contras de DeFi e CeFi

As soluções DeFi (finanças descentralizadas) oferecem protocolos, plataformas e serviços descentralizados que removeram completamente o poder de intermediários tradicionais, como bancos e instituições financeiras controladas pelo governo, de qualquer tipo de transação.

As finanças centralizadas (CeFi) oferecem serviços bancários destinados a preencher a lacuna entre as plataformas financeiras tradicionais e a inovadora economia descentralizada.

Prós do DeFi

As plataformas DeFi contam com protocolos permissionlees (onde qualquer pessoa tem permissão para entrar e participar da rede) para garantir que não haja intermediários participando de uma transação peer-to-peer.

Nas finanças tradicionais, as transações estão sujeitas à autorização dos bancos ou organizações financeiras. As redes DeFi estão abertas a qualquer pessoa, sem a necessidade de solicitar e obter permissão de um órgão centralizado.

Graças ao uso da tecnologia de contabilidade distribuída, os serviços DeFi tornam todas as transações visíveis publicamente para os membros. Isso garante um alto nível de transparência.

Contras do DeFi

A ausência de governança centralizada faz com que as plataformas DeFi sofram com a falta de responsabilidade e as tornam uma boa base para fraudes. A perda de um endereço de carteira pessoal ou chaves privadas resulta na perda de ativos devido à falta de intermediários que possam ajudar na recuperação.

Existe o risco de haver algum exploit (exploração de vulnerabilidade) no código do protocolo, o que pode ocasionar em golpes e perdas dos fundos dos participantes da rede.

Outro risco, é o de Impermanent Loss (Perda Impermanente) que é um fenômeno de finanças descentralizadas, que ocorre quando a fórmula de reequilíbrio de tokens de um Automatic Market Maker (AMM) cria uma divergência entre o preço de um ativo dentro de um pool de liquidez e o preço desse ativo fora do pool de liquidez.

Quando o desbalanceamento do preço dos tokens que compõe o LP Token ocorre de maneira muito brusca em relação de um para o outro (por exemplo, o Token A se valoriza ou desvaloriza 80%, enquanto o token B se valoriza ou desvaloriza 3%, ambos no mesmo período), aumenta-se o risco de ocorrer essa perda impermanente.

Por isso, é interessante fazer farms de tokens que tenham alguma correlação, aumentando a chance desses tokens subirem e caírem de forma mais sincronizada e assim diluindo o risco de Impermanent Loss.

Prós do CeFi

Graças ao controle das autoridades centrais, as centrais e plataformas centralizadas podem oferecer uma experiência de usuário intuitiva e confortável.

O CeFi pode oferecer uma gama mais ampla de serviços bancários tradicionais, como suporte direto para compras de dinheiro fiduciário para cripto e vice versa.

As plataformas de empréstimo de criptografia CeFi oferecem soluções de armazenamento para gerenciar riscos, garantindo que as frases de recuperação, endereços de carteira e chaves privadas de seus usuários estejam bem protegidos.

Como o CeFi emprega requisitos de conformidade semelhantes a um setor bancário convencional, ele domina o mercado de criptomoedas, deixando o DeFi um pouco para trás.

Contras do CeFi

Nas plataformas CeFi, os usuários não podem ter controle total sobre seus fundos.

A CeFi não oferece soluções para quase dois bilhões de pessoas sem conta bancária em todo o mundo que não conseguem aproveitar muitas oportunidades financeiras devido à sua incapacidade de entrar em qualquer sistema financeiro que tenha requisitos regulatórios rígidos.

Conclusão

Ambos os mecanismos possuem suas vantagens e desvantagens, ao longo do tempo acredito que o mercado DeFi vai tomar cada vez mais espaço do mercado CeFi, por conta de desenvolvimentos de novas tecnologias, daps e além de ser um mercado muito novo e que vem evoluindo ano após ano.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Tire dúvidas, troque ideias, experiências e construa uma grande rede de networking com investidores de todo Brasil. Ah, e também temos cursos voltados para criptos, sabia? Clique aqui e conheça!

Por fim, também estamos no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Planner do TC Matrix

Aprenda tudo sobre criptomoedas

E-BOOK

Aprenda tudo sobre criptomoedas

Neste e-book — “Aprenda tudo sobre criptomoedas”, trazemos informações importantes que você precisa saber antes de investir no mercado de criptoativos, com segurança, conhecimento e confiança.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.