Alavancagem com criptoativos: devo realizar?

Alavancagem com criptoativos: devo realizar?

eduarda-lobato

27 JUN

6 MIN

Alavancagem com criptoativos: devo realizar?

Nas últimas semanas observamos o mercado de criptoativos despencar bastante. Os motivos foram vários, desde resultados econômicos advindos da crise do coronavírus, bem como a guerra entre a Rússia e Ucrânia, além de diversos outros fatores do mercado macro.

Apesar dos criptoativos possuírem uma forma de funcionar diferente da maioria dos ativos do mercado tradicional, esse novo modo de investir está cada vez mais ligado com o sistema financeiro tradicional, fazendo com que os impactos também sejam sentidos, de maneira direta ou indireta.

Além disso, por este mercado estar ganhando cada vez mais notoriedade, os grandes investidores do mercado tradicional tem cada vez mais operado os criptoativos.

Nesse sentido, gera um efeito novo nos criptoativos, que têm sido influenciados pelos acontecimentos macros, seguindo o comportamento de classes de ativo do mercado tradicional, como ações americanas.

Dessa forma, uma das operações realizadas neste mercado tradicional, e que foi um dos motivos das recentes quedas, é utilização de alavancagem com baixo, ou mesmo sem, colateral ou garantias.

Portanto, entenderemos como ela funciona, quais seus riscos e o que aconteceu com empresas envolvidas nesta categoria de operação no mundo cripto.

Nossa discussão ocorre da seguinte forma:

  • O que é alavancagem com criptoativos?
  • Qual o risco de operar alavancado?
  • O colapso da criptomoeda LUNA e a posição de investidores
  • O caso da Three Arrows Capital (3AC)
  • Conclusão

O que é alavancagem com criptoativos?

A alavancagem é uma estratégia de investimento, onde o investidor opera com valores acima do que possui na conta, sendo assim, ele precisa pegar emprestado.

Ou seja, o investidor quer aplicar um valor em um ativo, porém ele não tem todo o valor necessário que gostaria, logo, ele pega emprestado no banco ou pede emprestado na própria plataforma de negociação que ele deseja negociar aquele ativo.

Ao utilizar a plataforma de negociação para pegar emprestado o valor, você poderá negociar com margem, ou seja, nesse caso você precisará depositar uma margem de garantia para operar alavancado. Você poderá dar como garantia dinheiro, títulos do Tesouro ou até mesmo um valor do próprio ativo que você quer negociar.

Na alavancagem com criptoativos, ocorre da mesma forma. Por exemplo, você quer R$10.000 (em reais) para realizar uma operação, mas você tem apenas R$2.000 em bitcoin, logo, você depositará esses R$2.000 em bitcoin para a plataforma, como garantia de margem, e eles lhe emprestarão os R$10.000 (em reais). Com os R$10.000 recebidos, você pode investir em mais bitcoin.

Com isso, em uma operação alavancada, o investidor consegue aumentar sua posição naquele ativo em que ele estava alocado. No entanto, é uma operação de alto risco para quem não é um trader experiente.

Qual o risco de operar alavancado?

Ao realizar alavancagem, você basicamente está fazendo uma aposta, logo, se o preço do ativo não for na direção que você apostou, há grandes chances da sua posição ser liquidada, ou seja, você perde tudo. Há um grande risco de o que você deixou como garantia ser perdido.

As plataformas de negociação geralmente avisam ao investidor quando eles estão perto de serem liquidados, realizando uma chamada de margem, ou, “margin call”.

Quando você recebe uma margin call isso quer dizer que, se você não adicionar mais garantia na plataforma, para conseguir continuar com a sua operação alavancada, você pode perder tudo caso o ativo que você investiu continue indo na direção contrária do que você apostou.

Quanto maior for o valor da alavancagem, obviamente, maiores são os riscos, com chances de você perder toda a garantia. No mercado com criptoativos, por serem mais voláteis que ações comuns, os riscos são ainda maiores.

Uma característica que diferencia o processo de alavancagem no mercado cripto do mercado tradicional é a liquidação.

No mercado tradicional, quando um cliente está alavancado, ele não é liquidado automaticamente, normalmente a corretora ou intermediário entra em contato com o cliente para solicitar mais margem, caso não atendido, ele é liquidado.

Já no mercado cripto, caso uma posição exceda a alavancagem permitida, a plataforma automaticamente liquida a conta total ou parcialmente. Isso evita que a plataforma fique sem recursos em momento de stress de mercado.

O colapso da criptomoeda LUNA e a posição de investidores

Em maio, o ecossistema da criptomoeda LUNA derreteu devido a falhas de design teórico no projeto e isso desencadeou rumores no mercado de que a moeda colapsaria. A paridade com dólar da stablecoin UST, que fazia parte do ecossistema Terra (LUNA), começou a ser perdida.

Uma stablecoin é uma moeda digital, cujo objetivo é seguir o preço de outro ativo, podendo ser em moeda fiduciária, como dólar. Logo, uma unidade de UST deveria valer uma unidade de dólar.

No entanto, o UST é uma stablecoin “algorítmica”, ou seja, ela possui sua emissão baseada na oferta de outro ativo, que, neste caso, seria a criptomoeda LUNA.

O UST é criado quando se queima tokens LUNA e saí de circulação quando tokens LUNA são resgatados. Alguns players do mercado começaram a questionar a sustentabilidade desta mecânica e começaram a vender as posições em UST, isto gerou um desbalanceamento na oferta e demanda desses ativos, acarretando numa espiral negativa. Isso fez o token LUNA e UST caírem 99%.

Algumas empresas que operam com criptomoedas estavam posicionadas neste token e perderam grande parte de suas posições. Podemos dizer que esse movimento de queda da Luna exacerbou o movimento de queda do mercado de criptos no geral, devido às posições de empresas nesses ativos.

O caso da Three Arrows Capital (3AC)

A Three Arrows Capital (3AC) é um hedge fund de cripto, ou seja, é uma gestora de fundos que possuem formas alternativas de investimento e com graus de risco diferentes.

A empresa existe desde 2012, mas ficou conhecida no mercado cripto em 2018 por operar com diversas altcoins, como Ethereum e Solana, tendo sucesso nessas operações. O fundo 3AC chegou a administrar mais de U$18 bilhões de dólares de ativos.

A 3AC tinha uma posição de U$200 milhões em LUNA e a situação do projeto fez o fundo perder tudo, o fundo ainda investiu U$500 milhões no projeto, na tentativa de reerguê-lo, porém sem sucesso.

Recentemente a 3AC teve uma série de posições liquidadas devido a operações alavancadas, pois, não conseguiu atender a chamada de margem de seus credores.

A empresa havia pegado emprestado stablecoins e criptoativos dos credores, mas não conseguiu atender a chamada quando o bitcoin chegou a bater os U$24 mil dólares na semana de 13 de junho. Os credores então liquidaram os ativos que a 3AC tinha em suas respectivas plataformas, levando o preço a U$ 17,6 mil.

As estimativas são diversas, mas acredita-se que a Three Arrows Capital perdeu mais de U$700 milhões de dólares em posições liquidadas.

Isto ocorreu, pois, o modelo de alavancagem usado no mercado tradicional, baseado em confiança, foi utilizado de forma irresponsável no mercado cripto. Empréstimos milionários foram estendidos à 3AC baseado apenas na reputação do fundo como um dos maiores e melhores do setor.

Conclusão

O mercado de criptomoedas oferece muitas chances e ganhos devido aos seus diversos protocolos existentes. No entanto, operações com alavancagem possuem um alto grau de risco, por isso são realizadas apenas por traders mais experientes.

Devido seu caráter volátil e por ter diversos projetos duvidosos, que permanecem vigentes por pouco tempo, operar alavancado não é uma boa opção, caso você seja um investidor menos experiente. Afinal, como vimos, até mesmo gestoras de fundos que gerenciavam bilhões de dólares tiveram posições liquidadas por alavancagem.

Baixe nosso app grátis! No TC você acompanha as principais notícias e cotações do mercado em tempo real, além de ter acesso a canais exclusivos para interagir com os melhores profissionais.

E também temos cursos voltados para criptos, sabia? Aprenda com quem realmente entende de investimentos. Clique aqui e conheça!

Por fim, também estamos no Instagram, YouTube e no TikTok. Acompanhe!

Redatora de criptoativos e social media

Aprenda tudo sobre criptomoedas

E-BOOK

Aprenda tudo sobre criptomoedas

Neste e-book — “Aprenda tudo sobre criptomoedas”, trazemos informações importantes que você precisa saber antes de investir no mercado de criptoativos, com segurança, conhecimento e confiança.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.

Receba todas as novidades do TC

Deixe o seu contato com a gente e saiba mais sobre nossas novidades, eventos e facilidades.